Os primeiros passos para a Carreira Jurídica - Portal de notícias CERS

Os primeiros passos para a Carreira Jurídica

Ao iniciar a sua jornada, fique por dentro de tudo o que precisa fazer antes do concurso público para chegar mais perto de se tornar quem deseja

Thaísa Moraes
Por:
Atualizado em 07/08/2018 - 12:11
Dê agora os seus primeiros passos para a Carreira Jurídica e caminhe na direção certa para alcançar o seu cargo na área.

Você pretende seguir a Carreira Jurídica, mas não sabe por onde começar? Bem, o caminho realmente é longo, mas você pode e deve ser otimista! É que o cargo dos seus sonhos está ao seu alcance e não há desculpas para deixar de conquistá-lo.

O primeiro passo, inclusive, já foi dado no momento em que a ideia começou a fazer sentido em sua mente. Talvez, você só precise de um empurrãozinho, sabia? Por isso, prepare-se para entender e buscar a escolha que vai mudar a sua vida.

Para começar, entenda que a sua trajetória se inicia logo na graduação, seguida do Exame de Ordem. Paralelamente, você deve investir em congressos, atualizações do Direito e Prática Jurídica. Todos esses pontos vão levá-lo ao canal direto para atuar na CJ, que é mesmo o concurso público.

De cara, pode parecer uma caminhada bastante intensa, não é? Calma, vai dar tudo certo. Até porque você pode dar um passo de cada vez. E ao longo dessa série de artigos, você vai ficar por dentro de tudo o que precisa fazer para chegar mais perto de se tornar quem deseja.

Que tal, então, se jogar na oportunidade? O CERS Cursos Online preparou essa série de artigos valiosa, repleta de dicas de estudo, motivação, conteúdo dos principais assuntos das disciplinas essenciais cobradas em certames, rol das profissões e muito mais!

Inclusive, você já pode baixar o E-book Começando do Zero gratuitamente!

Tudo isso especialmente para o ajudar na sua conquista. Vamos permanecer ao seu lado ao longo dos desafios que devem ser enfrentados. Você não está sozinho! Vamos juntos?

 

GRADUAÇÃO EM DIREITO É A BASE DO CONHECIMENTO JURÍDICO

Dê o seu ponto de partida já na escolha da sua graduação. A academia será a sua base para os estudos do mundo jurídico. Além disso, você já deve saber que para atuar na Carreira Jurídica é necessário possuir nível superior em Direito em instituição devidamente reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

Por este motivo, é importante que você pesquise bem a escola antes de se matricular, já que, no Brasil, a oferta é extensa. Para se ter uma ideia, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), informou, ainda no ano de 2015, que o país possui o recorde de mais cursos de Direito se comparado a qualquer outro país do mundo. São mais de mil faculdades distribuídas pelo território nacional e é preciso escolher com sabedoria.

Você pode tomar como pontos de desempate a formação do corpo docente, o desempenho dos alunos no Exame de Ordem e a empregabilidade no mercado de trabalho. Após a sua escolha, você precisa se dedicar aos estudos para concluir o curso da melhor forma possível. Atrelado aos conhecimentos adquiridos nas aulas, você precisa pôr em prática o que aprendeu por meio de estágios. É o momento perfeito para você compreender as disciplinas e temas exercendo a profissão. Além de assimilar melhor os assuntos, você já vai estar assumindo melhor o seu papel na sociedade.

 

EXAME DE ORDEM UNIFICADO: APROVAÇÃO É ESSENCIAL PARA ADVOCACIA

Não dá para falar em curso de Direito sem citar a prova da OAB. Qualquer bacharel sabe que precisa ser aprovado na prova no Exame de Ordem para poder exercer a advocacia. A tarefa não é das mais fáceis, mas você tem toda a condição de conquistar a sua tão esperada “carteirinha vermelha”. Vale lembrar que na avaliação não há concorrência. É só você e a banca examinadora do certame: a Fundação Getúlio Vargas (FGV).

Em geral, as avaliações são consideradas difíceis, tendo em vista o índice de reprovação que apresentam a cada edição. Entretanto, no XXV Exame de Ordem o índice de aprovação foi de 54%. Esse percentual aponta um aumento de aprovados em relação às provas anteriores.

A avaliação é dividida em duas fases. A primeira fase é a prova objetiva, com 80 questões de múltipla escolha sobre as disciplinas do Direito. Já a segunda fase se dá pela Prova Prática, com questões discursivas sobre uma matéria a escolha do candidato. Por conta do nível de cobrança da banca, muitos estudantes buscam ajuda em cursos preparatórios específicos.

Esse foi justamente o caso do advogado mais novo do Brasil, Mateus Ribeiro, que com apenas 18 anos conquistou a Carteira da OAB. O jovem buscou o Complexo de Ensino Renato Saraiva e adquiriu cursos para a primeira e segunda fase. Em entrevista conosco, ele deixou uma dica para quem está se preparando. “Estude bastante Ética. É uma disciplina relativamente pequena e que possui um bom número de questões na prova. Além disso, a resolução de questões também me ajudou muito”, explicou.    

Você pode fazer como Mateus e estudar com qualidade para não ter problemas com o Exame de Ordem Unificado. A prova da OAB pode ser encarada apenas uma etapa bem concluída para a sua jornada na Carreira Jurídica.

 

ATUALIZAÇÕES JURÍDICAS

Um outro ponto fundamental aos estudantes assíduos do Direito é a necessidade de se manter atualizado. É válido ressaltar que as interpretações da Lei podem ser modificadas de acordo com as mudanças sofridas na atual conjuntura da sociedade. Por isso, você precisa estar preparado e deve levar em consideração as novas possibilidades.

Para você não acabar se perdendo em meio a tantas exigências que o meio jurídico envolve, aqui vai uma dica legal! Existem espaços bastante acessíveis que podem facilitar as indispensáveis e constantes atualizações jurídicas. No universo online, por exemplo, pode-se participar de congressos importantes, acompanhar sites de notícias referentes a decisões judiciais e jurisprudências.

Dentre tantos endereços eletrônicos disponíveis, o ideal é elencar os principais, de acordo com o seu interesse, já pensando na sua área de atuação. É interessante seguir o Supremo Tribunal Federal, Superior Tribunal de Justiça, JusBrasil e locais voltados para assuntos relacionados a atualizações jurídicas em geral e concursos públicos. No Portal de Notícias do CERS você pode encontrar facilmente esse tipo de conteúdo.

 

PRÁTICA JURÍDICA

Bem, até aqui, você já entendeu que para conquistar o cargo dos seus sonhos, é preciso ser aprovado em concurso público. Todavia, você precisou passar por várias fases, como a graduação, o Exame de Ordem e as atualizações jurídicas constantes. Mas, para chegar aos certames, há ainda mais um passo: a Prática Jurídica.

A atividade é parte fundamental na carreira de qualquer operador do Direito, mas a formulação de peças e outras práticas podem ser um calo para aqueles estudantes ou profissionais que vivem presos às teorias. A habilidade necessária para colocar em prática todo o conteúdo apreendido nos anos de faculdade, no entanto, só é adquirida no trato diário com o cliente e com as demandas judiciais. É o momento em que você atua como profissional.

Se você não teve a oportunidade de estagiar, trabalhar ou deseja aprofundar seu conhecimento em uma área específica do Direito, existem cursos de prática jurídica que podem ajudar muito. São preparatórios de curta duração com uma imersão profunda no dia a dia do profissional que atua na área. Os alunos são orientados por uma equipe de mestres e doutores a fim de abordar, sob a perspectiva prática, os principais temas da área jurídica. Uma boa indicação é o site do CERS, que disponibiliza cursos online também para essa esfera. Vale a pena conferir.

 

ATIVIDADE JURÍDICA

A Atividade Jurídica será importantíssima para a conclusão do seu objetivo. Além de lhe proporcionar melhor compreensão da doutrina, ela é sempre exigida no edital de alguns certames.

Para exercer a Magistratura ou para assumir o cargo de Procurador da República, por exemplo, costuma-se definir, na ocasião da inscrição definitiva, um prazo mínimo de três anos de atividade jurídica. 

E falando em Magistratura, fique por dentro de tudo sobre o concurso para Juiz do TRF 2.

Ainda está na dúvida sobre o que exatamente seria considerado como atividade jurídica? A Resolução nº75, do CNJ, no Art. 59 traz os detalhes.

Leia na íntegra:

Art. 59. Considera-se atividade jurídica, para os efeitos do art. 58, § 1º, alínea “i”:

I – aquela exercida com exclusividade por bacharel em Direito;

II – o efetivo exercício de advocacia, inclusive voluntária, mediante a participação anual mínima em 5 (cinco) atos privativos de advogado (Lei nº 8.906, 4 de julho de 1994, art. 1º) em causas ou questões distintas;

III – o exercício de cargos, empregos ou funções, inclusive de magistério superior, que exija a utilização preponderante de conhecimento jurídico;

IV – o exercício da função de conciliador junto a tribunais judiciais, juizados especiais, varas especiais, anexos de juizados especiais ou de varas judiciais, no mínimo por 16 (dezesseis) horas mensais e durante 1 (um) ano;

V – o exercício da atividade de mediação ou de arbitragem na composição de litígios.

– 1º É vedada, para efeito de comprovação de atividade jurídica, a contagem do estágio acadêmico ou qualquer outra atividade anterior à obtenção do grau de bacharel em Direito.

– 2º A comprovação do tempo de atividade jurídica relativamente a cargos, empregos ou funções não privativos de bacharel em Direito será realizada mediante certidão circunstanciada, expedida pelo órgão competente, indicando as respectivas atribuições e a prática reiterada de atos que exijam a utilização preponderante de conhecimento jurídico, cabendo à Comissão de Concurso, em decisão fundamentada, analisar a validade do documento.

 

CONCURSO PÚBLICO

É chegado o momento crucial: a escolha do certame. Como fazê-la? Continue avançando na leitura e você logo saberá! Fique ligado para não perder nenhum artigo: vamos publicar toda semana. Aproveite para conferir os nossos cursos preparatórios para concurso público e Exame de Ordem!

VAMOS JUNTOS!

Confira o segundo artigo, já disponível: A importância da Vocação nas Carreiras Jurídicas!

 

CURSO ONLINE PARA CARREIRA JURÍDICA

Está se preparando para concursos da área de Carreira Jurídica? Olha só o curso intensivo que o CERS lançou:

NOVO CURSO INTENSIVO PARA A CARREIRA JURÍDICAVANTAGENS DESTE CURSO

A) Aulas legendadas que poderão ser transcritas automaticamente em PDF, gerando um material complementar.

B) Aulas gravadas exclusivamente para esse curso e totalmente atualizadas com leis, decretos, jurisprudências, entendimentos etc.

C) Garantia de Atualização das disciplinas que sofrerem alterações durante o segundo semestre de 2018 e no ano de 2019.

D) Aprendizagem acelerada: gravação de uma aula com duração de 2 horas com a profa. Cristiane Dupret, com técnicas de estudos que irão facilitar o seu aprendizado.

E) Equipe de professores composta por juízes, procuradores, promotores, defensores e advogados, todos dispostos a transmitir o conteúdo de forma didática e direcionado para grandes concursos da carreira jurídica.

F) Os alunos matriculados neste curso receberão gratuitamente o curso de LEGISLAÇÃO PENAL ESPECIAL, e composto por 44 horas de aula durante as quais você estudará as diversas leis penais especiais frequentemente cobradas em concursos para a Carreira Jurídica.

G) Material de apoio em PDF – Incremente seus estudos com um material de apoio especial, elaborado pelo corpo técnico do setor de inteligência da Ad verum.  (o material será disponibilizado paulatinamente a partir de 02/08/2018).

 

DIFERENCIAIS DESTE CURSO

A) Acelerador de Vídeos: Aproveite uma nova funcionalidade do aplicativo CERS NO BOLSO, que permite adiantar trechos do conteúdo que você já assistiu, aumentando sua produtividade nos estudos, e que possui 04 opções de velocidade para otimizar seu tempo de estudos.

B) CERS no Bolso: Agora você tem a possibilidade de assistir às aulas por meio de smartphones e tablets pelo aplicativo CERS NO BOLSO. A melhor parte é a facilidade de baixar as aulas e acompanhá-las no celular sem precisar de conexão com a internet. Para isso, é só realizar o download dos vídeos quando estiver conectado e assistir a mesma aula quantas vezes quiser durante 72h, um benefício exclusivo do app.

C) Plantão de dúvidas online – canal direto com o professor, que possibilita o esclarecimento de dúvidas por parte dos alunos via área do aluno no site CERS cursos online.

D)  Certificado:  Certificado de participação disponível após a conclusão do curso na área do aluno.

 

E mais: Navegue Certo com o CERS e aproveite todas as vantagens que um concurseiro precisa!

COMENTÁRIOS