Julgamento Johnny Depp vs. Amber Heard. Entenda! - Notícias CERS

Julgamento Johnny Depp vs. Amber Heard. Entenda!

Maria Luiza Gonçalves
Por:
Atualizado em 16/06/2022 - 10:24

Durante o último mês acompanhamos atônitos ao julgamento do Caso Johnny Depp vs. Amber Heard.

Os atores hollywoodianos tornaram-se os principais protagonistas de todos os tabloides e fofocas nacionais e internacionais.

 O CERS apurou sobre o caso e trouxe algumas das questões debatidas no Tribunal Americano.

Vamos juntos?

O que aconteceu?

Casados desde o ano de 2015 até 2017, a atriz Amber Heard e o ator Johnny Depp iniciaram uma batalha judicial na qual se processaram mutuamente por difamação.

De um lado, a ex-mulher alegava que o ator era obsessivo e possuía comportamentos abusivos e violentos, com episódios de agressão física e verbal.

Do outro, o ator se sentindo lesado pelas afirmações de Amber e, afirmando um comportamento tóxico e possessivo de sua ex.

No processo, a equipe jurídica do ator alegou 3 pontos de difamação:

• A alegação da atriz sobre ter sofrido abuso sexual.

• Sobre haver sofrido violência doméstica e familiar, com a afirmação “dois anos atrás, tornei-me uma figura pública representando abuso doméstico e senti toda a força da ira de nossa cultura pelas mulheres que se manifestam”.

• A afirmação de que as Instituições protegem homens acusados.

Já a equipe da atriz, combateu os 3 pontos ditos pelo advogado do ator:

• Sobre Amber e suas amigas mentirem sobre as acusações de violência sexual.

• Afirmou que ex-mulher do ator havia montado uma “farsa” ao redor do abuso.

• Afirmou que a atriz havia montado a situação de abuso doméstico e chamado a policia ao local.

A decisão do Júri

Em 1° de junho, o júri chegou ao veredicto de forma unânime a favor do ator e ex marido da atriz. Assim, apesar de ambos os atores haverem sido condenados, Amber obteve uma derrota em dois dos pontos alegados por sua equipe, enquanto Depp ganhou em todos os pontos que elencou.

Em um primeiro momento, a indenização a ser paga pela atriz era de US$ 10 milhões em danos compensatórios e US$ 5 milhões em dados punitivos. Porém, devido a Lei da Virginia, estado onde ocorreu o julgamento, o teto máximo seria de US$ 350 mil em danos punitivos.

Depp, por outro lado, precisará pagar a atriz o valor de US$ 2 milhões.

CERS alerta! Em caso de violência doméstica, ligue para Central de Atendimento à Mulher – 180.

Gostou deste conteúdo? Confira também:

PEC 206/2019 propõe cobrança em Universidades Públicas. Fique por dentro.

Tags relacionadas: