Ele foi aprovado em 11 concursos públicos com essas técnicas - Portal de notícias CERS

Ele foi aprovado em 11 concursos públicos com essas técnicas

Conheça a trajetória do professor Fábio Roque, aprovado em diversos certames.

Luana Cruz
Por:
Atualizado em 25/01/2019 - 14:57
Fábio Roque

A trajetória para conquistar a aprovação em concursos públicos é árdua e por isso, é comum acontecerem momentos de desânimo. No entanto, existem histórias que servem como fonte de inspiração para ajudá-lo a se manter motivado durante a preparação, como a do professor Fábio Roque. Ele foi aprovado duas vezes para Juiz Federal e passou em 1º lugar para Procurador da República, além de ter sido nomeado em diversos outros concursos públicos.

Trajetória de Sucesso – Prof. Fábio Roque


2001

– Aprovado no concurso de provas para Analista Judiciário (TRF 1ª Região);
Aprovado no concurso de provas para Técnico de Finanças e Controle (CGU).

2003

– Aprovado no concurso de provas e títulos para Procurador da Fazenda Nacional (AGU);
– Aprovado no concurso de provas e títulos para Procurador Federal (AGU).

2004

Aprovado no concurso de provas para Analista Processual (MPU);
– Aprovado no concurso de provas e títulos para Juiz de Direito Substituto (TJ/BA).

2005

– Aprovado no concurso de provas e títulos para Procurador do Distrito Federal (PGE/DF);
– Aprovado no concurso de provas e títulos para Procurador da Fazenda Nacional (AGU).

2007

Aprovado no concurso de provas e títulos para Procurador da República (1º colocado – MPU);
– Aprovado no concurso de provas e títulos para Juiz Federal Substituto (TRF 5ª região);
– Aprovado no concurso de provas e títulos para Juiz Federal Substituto (TRF 1ª Região);

Ficou curioso para saber mais sobre ele? Então confira 05 dicas valiosas a partir da trajetória do professor para que você conquiste a aprovação no certame dos sonhos!

1. Se você tem tempo disponível, aproveite!

Essa dica é para quem está ingressando no mundo dos concursos públicos. Quando ainda estava no 7º período da faculdade de Direito, Roque decidiu prestar o seu primeiro certame (nível médio) para a vaga de Técnico de Finanças e Controle do Ministério da Fazenda e foi aprovado.

 

“Nessa época eu ainda não tinha experiência ou uma estratégia bem definida para me preparar para os certames”, afirmou. Sendo assim, a primeira decisão estratégica que tomou foi baseada no tempo que tinha disponível, aproveitando a flexibilidade nos horários para mergulhar nos estudos.

Dica do mestre: ter afinidade com as disciplinas exigidas no certame pode te ajudar a estudar melhor.

2. Conheça o perfil da banca


Depois da aprovação como Técnico, Fábio continuou estudando. Já trabalhando no Ministério da Fazenda, começou a ter contato com outros concurseiros e a partir desse convívio, desenvolveu novas estratégias para adaptar a sua preparação – já que agora além de estudar também trabalhava e por causa disso, o fator tempo podia virar um obstáculo.


Segundo Roque, uma das estratégias que o ajudaram nesse período foi conhecer o perfil da banca responsável por organizar a prova do certame que queria prestar. Isso o ajudou durante a preparação, porque dessa forma conseguiu estudar através de materiais direcionados de acordo com os principais pontos que costumam ser abordados nas avaliações, o que fez toda a diferença!

 

Dica do mestre: envolver as pessoas que fazem parte da sua vida nessa jornada, como esposa, filhos e amigos, é fundamental para manter você motivado.

3. Reconheça as suas limitações


Apesar de ter sido aprovado em diversos certames durante a sua trajetória como concurseiro, Fábio Roque também passou por momentos de dúvida e angústia assim como boa parte das pessoas que se dedicam aos concursos públicos. O motivo para isso é que apesar de acreditar que estava bem preparado, não foi aprovado em 4 concursos consecutivos.

Sendo assim, é importante reconhecer as suas limitações e trabalhá-las. Tenha em mente que a partir de um determinado nível de preparação, você vai começar a passar em outros concursos. Até lá, dedique-se ao máximo e saiba lidar com a sua frustração. “Por vezes você poderá se sentir injustiçado, como também já aconteceu comigo, mas seja resiliente!” – enfatizou o professor.  

Dica do mestre: trabalhar a sua inteligência emocional é um grande passo para ficar ainda mais perto da aprovação.

4. Aprenda com os seus erros

A grande lição é entender que não ser aprovado em alguns concursos públicos faz parte do jogo. Quando o professor Fábio Roque realizou a prova para Procurador da República pela primeira vez e não passou por causa de dois (2) décimos, foi tomado por um sentimento de apatia.

“Me questionei se de fato era essa vida que gostaria de ter. Passei por problemas de saúde, enfrentei crises de ansiedade e de autocobrança”, relembra o professor. Ao longo desse tempo ficou sem realizar certames, mas aos poucos foi retomando a vontade de estudar, se preparando com mais afinco e dedicação, extremamente dedicado ao seu objetivo final.

Essa atitude foi essencial para que o professor continuasse estudando, pois quando não passou novamente em outro concurso encarou a situação com mais sobriedade. Só depois de toda essa jornada foi aprovado duas vezes como Juiz Federal. Portanto, é importante continuar lutando e aprender com os erros cometidos.

Dica do mestre: quando estiver desmotivado e a ponto de desistir, lembre-se da frase de Charles Swindoll – “A vida é 10% do que acontece comigo e 90% de como eu reajo a isso”.

 

5. Se dedique ao máximo

Sem dúvidas um dos traços mais fortes de todo concurseiro que consegue alcançar o objetivo de ser aprovado no certame dos sonhos é a dedicação. Ter força de vontade e investir na preparação para as provas foram dois dos pilares que ajudaram o professor Fábio Roque em sua trajetória de sucesso. E assim como ele, se existir empenho, você também irá conseguir!

Dica do mestre: ser organizado e se livrar de distrações, como fazer uso do celular, são formas de ajudá-lo a manter o foco durante a preparação.

Agora que você já conhece a história do professor Fábio Roque, já imaginou como seria ter a oportunidade de fazer um preparatório com ele, tirando dúvidas e aprofundando os conhecimentos a partir de um grande profissional? No CERS isso é possível.

Conheça alguns cursos em que você assistirá às aulas do professor Fábio Roque.

Metodologia Inovadora para MP e Magistraturas Estaduais

Essencial para quem deseja:

–  Ingressar nas carreiras do Ministério Público e Magistratura Estaduais;
– Ter flexibilidade de horário;
– Estudar com profissionais renomados, como o professor Fábio Roque;
– Ser aprovado como Promotor de Justiça;
– Ser aprovado como Juiz Substituto.

Trilha aprofundada sobre Súmulas

Essencial para quem deseja:

– Se manter atualizado de todas as decisões dos Tribunais Superiores;

– Realizar concursos para Carreira Jurídica;
– Entender de forma prática a aplicação das súmulas;

Faça como o professor Fábio Roque e comece a se preparar agora mesmo. A sua aprovação só depende de você!

Gostou da matéria? Compartilhe com os seus amigos que precisam de inspiração! 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS