Concurso PF: Ministério da Economia reduz número de vagas - Notícias CERS

Concurso PF: Ministério da Economia reduz número de vagas

De acordo com informações, o número seria muito grande para recrutar, treinar e dar posse em 2021.

Rayssa Leal
Por:
Atualizado em 20/11/2020 - 13:50
POLÍCIA FEDERAL

Atenção, concurseiros: De acordo com informações da Folha de São Paulo, o Ministério da Economia vetou o número de vagas do Concurso da Polícia Federal. Conforme a reportagem, as 2.000 vagas previstas devem ser reduzidas para 1.400 (número próximo do inicialmente previsto). Além da restrição fiscal, a limitação legal também seria problema para o Concurso. Não daria tempo de recrutar, treinar e dar posse a todo o efetivo em 2021 e não poderia deixar rescaldos para 2022.

O número ainda seria bastante alto, superando mesmo os últimos concursos do órgão, sendo assim uma excelente oportunidade para os que sonham em fazer parte da Polícia Federal!

Fonte: Folha de S. Paulo

O Presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenafep), Luís Boudens, informou que os trâmites no Ministério da Economia para a Autorização do Concurso PF no Diário Oficial da União (DOU) estão finalizados. De acordo com ele, o concurso está muito próximo de ser lançado!

Recentemente, o Presidente Jair Bolsonaro fez postagem em suas redes sociais dizendo que o edital do Concurso PF será publicado logo mais, veja:

- Hoje a PF conta com 10.000 policiais. Edital para mais de 2.000 será publicado brevemente.

Não é a primeira vez que o Presidente se manifesta sobre o concurso. De acordo com o presidente da Fenapef, a posição de cobrar e pressionar publicamente pela realização do concurso é acertada. Saiba mais informações sobre o concurso

Fenapef pede paridade na distribuição das vagas

Em reunião realizada entre a Federação e a Diretoria de Gestão de Pessoal, o presidente da entidade, Luís Antônio Boudens, e os diretores parlamentar, Marcus Firme, e de Estratégia Sindical, Júlio César Nunes, explicaram a necessidade de garantir a fixação de uma proporção definitiva entre os cargos e equilibrar a distribuição de vagas por meio dos novos concursos.

Conforme informações divulgadas no site da Fenapef, hoje, para cada delegado na ativa, há três agentes na Polícia Federal. A Fenapef entende que a proporção ideal é de um para seis e tenta garantir essa distribuição já para o próximo edital.

Em contrapartida, o presidente da Fenapef garantiu que, uma vez acertada a questão da proporção entre os cargos para o próximo concurso, vai apoiar a aplicação do “gatilho” proposto pelo projeto de Lei n° 3.237/2019, do deputado Delegado Pablo (PSL/AM). O texto torna obrigatória a realização de concurso para a Polícia Federal sempre que o número de cargos vagos da carreira exceda a 5% do respectivo total de cargos existentes.

 

Autorização oficial deve sair nos próximos dias

Conforme informações internas à Corporação, o Ministério da Economia, em reunião realizada ontem, autorizou a realização de um novo concurso. A publicação da autorização deve ser publicada de forma oficial nos próximos dias.

Com isso, a expectativa pela publicação do edital cresce ainda mais! É hora de intensificar os estudos e chegar ainda mais preparado para cada etapa do certame!

Edital em breve

Vale lembrar que durante cerimônia de formatura dos novos policiais federais, realizada no dia 08/10, o presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou que o edital para concurso da Polícia Federal está em fase de finalização! Além disso, de acordo com informações divulgadas por Luís Antônio Boudens, presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), em entrevista para a Folha Dirigida, a contratação da Banca Organizadora do Concurso PF será realizada em outubro. Boudens ainda afirmou que há previsão pela realização de um concurso para a área administrativa.

Lembramos que o anúncio da autorização do concurso já foi realizado pelo presidente da República anteriormente, no mês de Agosto. O presidente afirmou que após conversas tidas com os ministros da Economia e da Justiça e Segurança Pública resolveu por autorizar o certame que conta com 2.000 vagas.

Banca anunciada em outubro

De acordo com Luís Boudens, presidente da Fenapef, a Banca Organizadora do próximo Concurso da Polícia Federal será contratada em outubro. Historicamente, a Banca Organizadora do concurso vem sendo a CESPE/CEBRASPE. Ele ainda mencionou que o edital deve ser publicado em dezembro deste ano.

Já ao ser questionado sobre concursos para a área administrativa, ele disse:

“Há uma discussão interna ainda sobre uma melhor distribuição para os cargos, como para Peritos e servidores administrativos (níveis intermediário e superior). Também tem a unificação de cargos. Mas nada disso impede os trâmites do concurso público que irá acontecer ou ainda para um próximo certame”

Delegados Federais comentam novo concurso!

Novo suposto cronograma

Circula pela internet a informação de que o novo cronograma do Concurso PF teria a publicação do edital em dezembro de 2020! A informação não foi confirmada por fontes oficiais e portanto, deve ser vista com bastante cautela. De acordo com o novo cronograma, essas seriam as datas:

– Publicação do edital: dezembro de 2020
– Aplicação das provas objetivas e discursivas: 11 de abril de 2021
– TAF: junho de 2021
– 1º Curso de Formação: janeiro de 2022
– 2º Curso de Formação: julho de 2022

Reiteramos que a informação não é oficial e que nada garante a sua veracidade.

Anteriormente um suposto cronograma havia sido vazado, prevendo a publicação do edital em outubro (para Agente e Papiloscopista) e em novembro (para Delegado e Escrivão).

Possível cronograma do Concurso Polícia Federal

Divulgada a relação de vagas por cargo do Concurso PF

De acordo com documento que está circulando na internet, o próximo Concurso Polícia Federal contará com 2.508 vagas, divididas da seguinte maneira:

— 1.016 vagas – Agente
— 300 vagas – Delegado
— 600 vagas – Escrivão
— 84 vagas – Papiloscopista
— 508 vagas – Agente Administrativo

A informação também foi compartilhada pelo Deputado Federal e Policial Federal Ubiratan Antunes Sanderson (RS) em seu Twitter:

concurso policia federal - deputado

Presidente reafirma que concurso contará com 2 mil vagas

Através de publicação nas redes sociais, o Presidente da República, Jair Bolsonaro, ao comentar sobre a atuação do novo Ministro da Justiça e Segurança Pública, mencionou que o novo concurso da Polícia Federal contará com 2 mil vagas, veja abaixo a publicação:

Postagem nas redes sociais do presidente confirmam concurso Polícia Federal com 2 mil vagas

Em entrevista ao programa “Pingo nos Is”, da Jovem Pan, na última sexta-feira, 31/07, o Ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou que está sendo preparado o Concurso Polícia Federal ofertando cerca de 2 mil vagas.

Na entre vista ele diz “a partir de uma reunião que tivemos essa semana […] estamos preparando os trâmites internos para abrirmos um concurso com cerca de 2 mil vagas para a Polícia Federal”

A informação que havia sido divulgada anteriormente era de que seriam ofertadas 1.508 vagas para diversos cargos, o novo número é expressamente maior! Confira abaixo a entrevista na íntegra:

O pedido, feito através do Ministério da Justiça ao Ministério da Economia, previa 1.508 vagas para diversos cargos na carreira policial e administrativa.

Remuneração

A remuneração para os cargos da Polícia Federal é dividida conforme as categorias, vejamos abaixo como fica a progressão da carreira:

– Delegado de Polícia Federal e Perito Criminal

Categoria Especial — R$ 30.936,91
1ª Categoria — R$ 27.846,74
2ª Categoria — R$ 24.298,42
3ª Categoria — R$ 23.692,74

– Agente, Escrivão e Papiloscopista da Polícia Federal

Classe Especial — R$ 18.651,79
1ª Classe — R$ 15.267,27
2ª Classe — R$ 13.044,41
3ª Classe — R$ 12.522,50

Além disso, os policiais lotados nas regiões de fronteira recebem o pagamento de uma indenização no valor de R$ 91,00 por dia de trabalho, conforme instituído pela Lei n. 12.855/13. Ademais, ainda existe um auxílio alimentação de R$ 458,00.

Cargos Vagos

A informação concedida pelo órgão na última consulta feita é de que existem 4.270 cargos vagos na Polícia Federal, conforme podemos ver abaixo:

– Delegado — 505 cargos vagos;
– Perito Criminal — 93 cargos vagos;
– Agente — 2300 cargos vagos;
– Escrivão — 931 cargos vagos;
– Papiloscopista — 101 cargos vagos;
– Agente Administrativo — 349 cargos vagos.

Requisitos para os cargos do Concurso PF

Existem diversos requisitos básicos que devem ser cumpridos para a investidura nos cargos do Concurso Polícia Federal. A comprovação deles é feita na posse, portanto, se você está perto de terminar a sua graduação, não tenha medo de realizar o concurso.

– Agente, Escrivão ou Papiloscopista da Polícia Federal

Para esses cargos é necessário apenas, no momento da posse, nível superior em qualquer graduação. Os cargos também aceitam o curso de tecnólogo. Além disso, é exigido que o candidato possua Carteira Nacional de Habilitação.

– Delegado de Polícia Federal

Para o cargo de Delegado da Polícia Federal, além do nível superior em Direito, é exigido que o candidato tenha 3 anos de experiência jurídica ou policial e Carteira Nacional de Habilitação.

Último Concurso Polícia Federal

O último concurso da Polícia Federal foi organizado pela CEBRASPE e ofertou 500 vagas imediatas. Além disso, ele recebeu um total de 147.744 inscritos. Apesar do número expressivo, 35 mil candidatos não compareceram para a realização das provas. De acordo com a própria CEBRASPE, as abstenções chegaram a cerca de 30% para o cargo de Delegado e de 22% para os demais cargos.

Etapas do Último Concurso

O concurso foi dividido em duas etapas, da seguinte maneira:

Primeira etapa:

– Prova objetiva;
– Prova discursiva;
– Exame de aptidão física;
– Prova oral (apenas para o cargo de Delegado);
– Prova prática (apenas para o cargo de Escrivão);
– Avaliação médica;
– Avaliação psicológica;
– Prova de títulos (apenas para os cargos de Delegado e Perito Criminal).

Segunda Etapa:

Consistiu em um Curso de Formação Profissional, organizado pela Academia Nacional de Polícia, no Distrito Federal, podendo ser desenvolvidas atividades, a critério da Administração, em qualquer unidade da Federação.

– Prova Objetiva

As provas possuíram 4h de duração para o cargo de Delegado, aplicada pela manhã, e 5h para os demais cargos, aplicada à tarde. O conteúdo programático da prova foi dividido da seguinte maneira:

Conteúdo Programático da Prova Objetiva do Concurso Polícia Federal para Agente, Escrivão e Papiloscopista

Conteúdo Programático do Concurso Polícia Federal para Delegado

– Prova Discursiva

Aplicada no mesmo dia que a Prova Objetiva, no entanto, para o cargo de Delegado, possuiu 4h de duração e foi aplicada à tarde, enquanto que para os demais foi aplicada juntamente com a prova anterior.

– Exame de Aptidão Física

Aplicado para todos os aprovados nas fases anteriores, o Exame de Aptidão Física foi dividido em 4 testes, conforme a tabela abaixo:

Exercícios para o Exame de Avaliação Física do Concurso Polícia Federal

– Prova de Títulos

Exclusiva para os candidatos aos cargos de Delegado de Polícia Federal e Perito Criminal aprovados nas etapas anteriores do concurso PF.

Essa prova valeu até 7 pontos, mesmo que a soma dos valores de títulos apresentados seja superior.

Avaliação de Títulos do Concurso Polícia Federal

Resumão do Concurso PF

Concurso: Polícia Federal
Cargos: Delegado, Agente, Escrivão, Papiloscopista, dentre outros
Vagas: Varia conforme o cargo (veja a informação acima)
Banca Organizadora: A definir
Status: Aguardando autorização
Edital do Último Concurso para Delegado

Saiba mais detalhes sobre a carreira de Delegado Federal!

Quer se preparar para o Concurso PF?

CURSO COMPLETO PARA DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL – 2020Enfim, sem dúvida o Concurso Polícia Federal é um dos mais concorridos e aguardados de todo o país. E é por isso que a sua preparação tem que ser a melhor!

O CURSO COMPLETO PARA DELEGADO DA POLÍCIA FEDERAL – 2020 é um curso extensivo de formação que oferece 213 horas de conteúdo atualizado, direcionado aos temas mais recorrentes para concursos de Delegado Federal do país. Este é o principal e mais completo curso do CERS.
Clique aqui e saiba mais