Diferenças entre consultoria e assessoria jurídica - Notícias CERS

Diferenças entre consultoria e assessoria jurídica

Conheça as características e formas de atuação privativas do advogado

Por:
Atualizado em 14/01/2020 - 18:41
Diferenças entre consultoria e assessoria jurídica

Você sabia que o curso de Direito é o que mais cresce no Brasil? Pois é, temos mais de 1.240 cursos superiores em Direito, em contrapartida, nos outros países do mundo o total é de 1.100 cursos. Nessa perspectiva, com o grande quantitativo de recém-formados e profissionais que já atuam na área, o advogado(a) precisa conhecer os desafios da advocacia na atualidade. Por isso, desenvolvemos o presente material, que foi feito especialmente para você saber como enfrentar esses desafios.

O Direito é um ramo que permite ao Advogado atuar em diversas áreas e de diversas formas. Dentre essas formas de atuação privativas do advogado, existe a Consultoria e a Assessoria Jurídica. Vamos entender melhor como funciona cada uma delas?

Consultoria Jurídica

 Consiste na prática do serviço jurídico PREVENTIVO que visa aconselhar um determinado cliente em relação às práticas envoltas no processo de identificação e resolução de possíveis problemas em negociações e operações contratuais.

Em uma perspectiva mais simplória, podemos dizer que o consultor jurídico atuará na sugestão de melhores decisões dentre as opções apresentadas, bem como na sugestão de melhorias, não atuando de forma prática na execução das tarefas da empresa, mas propiciando um direcionamento jurídico adequado.

O Consultor, normalmente, atua realizando análises e elaborando pareceres a partir dos resultados dessas análises, bem como ministrando palestras, treinamentos, cursos e outras atividades mais voltadas para o campo teórico dentro de uma empresa.

Dessa forma, o consultor jurídico traz os seguintes benefícios para a empresa que contrata seus serviços:

-Mais conhecimento técnico – jurídico para o negócio;

-Promoção da implementação de mudanças para alcançar certos objetivos;

-Análise técnica–jurídica embasada em critérios específicos e experiências, trazendo para a companhia uma visão atualizada do advogado sobre o mercado;

-Potencialização do desempenho da instituição;

-Suporte nas tomadas de decisões por meio de conhecimentos relevantes;

-Identificação de problemas e sugestões para solucioná-los;

-Indicação de medidas com foco nos resultados.

Assessoria Jurídica

Consiste numa atividade privativa do advogado, que tem como característica a atuação PREVENTIVA CONTINUA. O objetivo é buscar soluções com respaldo legal evitando o litígio para o cliente.

O advogado que atua como assessor jurídico é um conselheiro, dessa forma, seus clientes tendem a levantar dúvidas acerca dos riscos e fragilidades que envolvem uma tomada de decisão importante.

A assessoria jurídica costuma ter um caráter mais duradouro, não se detém à resolução de apenas um problema, uma vez que o objetivo maior do cliente tende a ser o amparo legal sobre questões de uma determinada área do Direito cujo profissional é especializado. É comum que durante a assessoria jurídica o advogado precise interpor DEMANDAS JUDICIAIS (percebe a diferença? Consiste numa atuação mais prática) para assegurar os direitos do seu cliente.

No universo da Assessoria Jurídica, os benefícios são os mesmos da Consultoria, entretanto, naquela existe uma atuação prática do Advogado, ou seja, ele propõe e executa, dentro de seu escopo, as ações que convergem com a intenção do seu cliente.

 

Tags relacionadas: