Concurso AFT: SINAIT reitera necessidade de novo certame - Notícias CERS

Concurso AFT: SINAIT reitera necessidade de novo certame

O Concurso para Auditor-Fiscal do Trabalho aguarda autorização do Ministério da Economia

Rayssa Leal
Por:
Atualizado em 10/11/2020 - 12:32
AFT

Atenção, concurseiros: Durante reunião da Comissão Nacional de Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae), a diretora do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho (SINAIT), Vera Jatobá, reforçou a necessidade da realização de um novo Concurso AFT. Ela defende a criação de uma comissão para tratar do certame junto ao Ministério da Economia.

O pedido para a realização do Concurso AFT foi encaminhado para o Ministério da Economia no mês de junho, mas apenas em setembro começou a tramitar. No entanto, como o processo está sendo lento, a Comissão Nacional ficou responsável por reiterar o pedido, uma resposta deverá ser dada ao SINAIT no dia 1 de dezembro!

Vera ainda solicitou ajuda de outros grupos para a realização do certame. “Qualquer grupo que for discutir assuntos relacionados aos Auditores-Fiscais do Trabalho, o SINAIT roga a sua participação”

Saiba mais informações sobre o concurso

Concurso solicitado

Segundo ofício da Subsecretaria de Inspeção do Trabalho – SIT, no dia 15 de outubro, foi solicitada a autorização para realização de um novo concurso para AFT! Foi constatada a necessidade de recomposição no quadro de pessoal.

De acordo com o Painel Estatístico de Pessoal (PEP), do Ministério da Economia, a carreira conta hoje com 6.379 auditores-fiscais. Contudo, somente 2.074 auditores estão em exercício. Os outros 3.190 estão aposentados, enquanto 1.115 estão inativos.

No documento encaminhado pelo Subsecretário de Inspeção do Trabalho, Rômulo Machado, destacou-se a  necessidade do preenchimento de 1.524 vagas no cargo de auditor fiscal do trabalho.

Funções de um Auditor-Fiscal do Trabalho

Conforme informações contidas no site da Escola Nacional da Inspeção do Trabalho, as atribuições do cargo de Auditor-Fiscal do Trabalho correspondem às previstas no artigo 11 da referida Lei nº 10.593/2002 e no Regulamento da Inspeção do Trabalho, de que trata o Decreto nº 4.552/2002.

Dessa forma, caracterizam-se por assegurar, em todo o território nacional, entre outros: o cumprimento de disposições legais e regulamentares, inclusive as relacionadas à segurança e à medicina do trabalho, no âmbito das relações de trabalho e de emprego; a verificação dos registros em Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), visando-se à redução dos índices de informalidade; à verificação do recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), objetivando maximizar os índices de arrecadação.

Também cabe ao Auditor-Fiscal do Trabalho assegurar o cumprimento de acordos, convenções e contratos coletivos de trabalho celebrados entre empregados e empregadores; o respeito aos acordos, tratados e convenções internacionais dos quais o Brasil é signatário; embargo de obra e interdição de setor de serviço e estabelecimento, quando verificado risco grave e iminente à saúde e segurança do trabalhador; o combate às formas contemporâneas de trabalho escravo; combate ao trabalho infantil; promoção da inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho.

Remuneração

A remuneração inicial do cargo, já com o bônus de eficiência, é de R$ 21.029,09. Na última classe/padrão, o valor chega a R$ 30 mil, conforme a estrutura remuneratória mais atual, em vigência desde 2019.

 

Último concurso AFT

O último concurso para Auditor-Fiscal do Trabalho (Concurso AFT) foi realizado no ano de 2013. Foi organizado pela banca Cespe, atual Cebraspe. Na ocasião, foram ofertadas 100 vagas para o cargo.

Inscreveram-se para o concurso cerca de 48 mil candidatos, o que representa uma concorrência de 480 candidatos/vaga.

Na ocasião, o concurso AFT teve as seguintes etapas:

  • Prova Objetiva – P1: Conhecimentos Básicos (eliminatório e classificatório) – 100 questões
  • Prova Objetiva – P2: Conhecimentos Específicos (eliminatório e classificatório) – 120 questões
  • Prova Discursiva – P3: 3 questões discursivas + 1 dissertação (eliminatório e classificatório)
  • Prova Discursiva – P4: 3 questões + 1 parecer técnico (eliminatório e classificatório)
  • Sindicância de vida pregressa (eliminatório)

A Prova Objetiva (P1) teve a seguinte estrutura: Português (26), Raciocínio Lógico (15), Direitos Humanos (22), Administração Geral e Pública (22) e Noções de Informática (15).

Já a Prova Objetiva (P2) era composta por: Direito Constitucional (7), Direito Administrativo (7), Auditoria (10), Economia do Trabalho (12), Direito do Trabalho (27), Seguridade Social (7), Legislação Previdenciária (11), Segurança e Saúde no Trabalho (21), Legislação do Trabalho (3) e Contabilidade Geral (15).

Na Prova Discursiva (P3), por sua vez, foram três questões a serem respondidas em até 20 linhas cada, acerca de Direitos Humanos e (ou) Economia do Trabalho e (ou) Direito Constitucional e (ou) Direito Administrativo, além de uma dissertação a ser elaborada em até 30 linhas acerca de Direitos Humanos e (ou) Economia do Trabalho e (ou) Direito Constitucional e (ou) Direito Administrativo.

Por fim, na Prova Discursiva (P4), foram aplicadas três questões contendo situações problema a serem resolvidas, em até 20 linhas cada, acerca de Gestão de Projetos e (ou) Direito do Trabalho e (ou) Segurança e Saúde no Trabalho, além de um parecer técnico, a ser elaborado em até 60 linhas, acerca de Segurança e Saúde no Trabalho.

Resumão do Concurso AFT 2021

Concurso: Auditor Fiscal do Trabalho 2021
Cargo: Auditor Fiscal do Trabalho
Remuneração Inicial: R$ 21.029,09
Vagas: A definir
Banca: A definir
Status: Solicitado
Último edital

Quer se preparar para o Concurso AFT?

PLANOS DE ESTUDO COM TUTOR | ÁREA FISCAL - CONCURSO AFT 2021Os Planos de Estudo da Ad Verum são altamente personalizados, portanto, o primeiro passo após a matrícula é saber tudo sobre você. Isso significa: suas dificuldades, seu histórico, seus planos e objetivos, seus pontos fortes.

Em seguida, a partir do perfil anteriormente traçado, definimos quais as melhores técnicas de aprendizagem, os melhores materiais de estudo e a melhor distribuição de atividades, considerando seu atual momento de preparação.

Após esse momento introdutório, seu Plano de Estudo é efetivamente estruturado, com envio semanal através da Plataforma de Estudos da Ad Verum, e com acompanhamento integral do Tutor da sua carreira através do WhatsApp.

Muito legal, né? Então não perca tempo e vamos juntos!

Tem alguma dúvida sobre nossos Planos de Estudo? Clique aqui e nós entraremos em contato com você

Tags relacionadas: