Vai fazer o concurso para Escrivão da PC MG? Boa prova! - Portal de notícias CERS

Vai fazer o concurso para Escrivão da PC MG? Boa prova!

Certame oferece 119 vagas com salários iniciais de mais de R$ 4 mil!

Thaísa Moraes
Por:
Atualizado em 29/11/2018 - 09:00
Fique por dentro do concurso para a Polícia Civil de Minas Gerais

Vai fazer a prova do concurso para Escrivão da PC MG? Então é importante que você siga a orientação abaixo neste domingo (02/12), dia da avaliação.

– Antes de sair de casa, faça um checklist do que precisará levar ao local de prova.

– Compareça ao local de prova 1h antes do início da avaliação.

– Tenha caneta em mãos, fabricada em material transparente. Mas também é interessante levar reservas para o caso da sua caneta falhar.

– Mantenha a calma, leia as questões com atenção. Dessa forma, você fará a prova confiante na sua preparação.

O certame oferece 119 vagas com salários de R$ 4.098,39.

Resumão do Certame:

CONCURSO PC MG

Status: Edital publicado.

Vagas: 119 para o cargo de escrivão.

Salários: R$ 4.098,39.

Banca: Fumarc.

Inscrições:  12/09/18 –  22/10/18.

Taxa: R$ 160,00.

Escolaridade: Nível Superior.

Provas: 02/12/18.

 

TUDO SOBRE O CONCURSO PARA ESCRIVÃO DA PC MG!

No dia 05 de julho de 2018, foi publicado no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais o edital do concurso para Escrivão da PC MG.

Vagas

O presente concurso destina-se ao provimento de 119 vagas para Escrivão de Polícia I, sendo assim o inicial da série da carreira, para o exercício das funções nas Unidades Policiais das Delegacias Regionais de Polícia Civil do Interior do Estado de Minas Gerais.

Inscrições

As inscrições do concurso para Escrivão da PC MG ficarão abertas a partir das 9h do dia 12 de setembro até as 23h do dia 22 de outubro de 2018, de acordo com o horário de Brasília. O cadastro, portanto, deve ser realizado exclusivamente nos sites da Acadepol e Fumarc. Além disso, o valor da taxa de participação é de R$ 160,00.

Salários

O vencimento inicial para o cargo de Escrivão de Polícia I, Nível I, Grau A, corresponde a R$ 4.098,39, conforme Lei nº 19.576, de 16 de agosto de 2011.

 

Etapas do concurso

São etapas do Concurso Público, cuja realização obedecerá à seguinte sucessão:

– Provas de Conhecimentos Objetiva, de caráter eliminatório e classificatório
– Prova de Digitação, de caráter eliminatório.
– Exames Biomédicos e Biofísicos, de caráter eliminatório.
– Provas de Títulos, de caráter classificatório.
– Investigação Social, de caráter eliminatório.

 

Prova Objetiva

A Prova Objetiva será aplicada na data provável de 2 de dezembro de 2018, em Belo Horizonte. Além disso, foi divulgado que a avaliação terá duração mínima de 2h e máxima de 4h.

Sendo assim, ela constará de 60 questões de múltipla-escolha, cada uma com 04 (quatro) alternativas de respostas, mas existindo apenas uma resposta correta.

Cada questão da Prova Objetiva valerá um ponto. Será considerado aprovado na Prova Objetiva o candidato que obtiver o mínimo de 60% das respostas corretas.

 

Conteúdo programático da Prova Objetiva

a) 06 questões de Direitos Humanos.
b) 20 questões de Língua Portuguesa.
c) 05 questões de Noções de Criminologia.
d) 10 questões de Noções de Direito.
e) 14 questões de Noções de Informática.
f) 05 questões de Noções de Medicina Legal.

Prova de Digitação

A Prova Prática de Digitação, de caráter unicamente eliminatório, será realizada em Belo Horizonte, sendo portanto aplicada no período provável de 04 de fevereiro de 2019 a 07 de fevereiro de 2019.

Mas atenção, pois somente serão convocados para a Prova Prática de Digitação os 714 candidatos de melhor pontuação habilitados na Prova de Conhecimento Objetiva. Além disso, dentre estes já estão incluídos os 72 candidatos com deficiência.

Os locais e hora de realização da Prova Prática de Digitação estarão disponíveis para consulta na internet no mínimo 05 dias antes da data de sua realização, nos endereços eletrônicos acadepol.policiacivil.mg.gov.br e www.fumarc.com.br, bem como disponibilizados no Quadro de Avisos disposto no hall principal da sede da ACADEPOL. Por isso, agende essas datas no seu calendário!

 

Prova de Títulos

A prova de Títulos terá caráter classificatório e terá valor máximo de 05 pontos.

Constituirão Títulos, para esse efeito, observados os seguintes critérios:

a) diploma de Curso Superior, excetuado o diploma referente ao curso que será usado para nomeação no cargo de Escrivão de Polícia I, expedido por estabelecimento de ensino oficial ou reconhecido: 02 pontos;

b) diploma de curso de pós-graduação, expedido por estabelecimento de ensino oficial ou reconhecido a saber:

lato sensu – Especialização: 02 pontos.
stricto sensu – Mestrado: 03 pontos.
stricto sensu – Doutorado: 04 pontos.

c) Além disso, certificado de conclusão de curso de natureza policial da Academia de Polícia Civil de Minas Gerais, ou congênere, com carga horária igual ou superior a 80 horas/aula:

– 01 ponto para cada curso de natureza policial diferente, até o limite de 03 pontos.

 

Classificação Final

A classificação final dos candidatos será processada pelo critério decrescente do somatório dos pontos obtidos nas Provas de  Conhecimentos Objetiva e de Títulos, mas será homologada por ato Oficial da Comissão do Concurso.

Mas, para efeito de desempate entre os candidatos aprovados e classificados, em ordem decrescente, com a mesma pontuação, inclusive os candidatos com deficiência, a classificação final obedecerá ao seguinte critério:

a) Idade igual ou superior a 60 (sessenta) anos na forma do disposto no parágrafo único do artigo 27 da Lei Federal nº 10.741, de 1º de outubro de 2003 – Estatuto do Idoso;
b) Maior número de pontos obtidos na Prova Objetiva de Língua Portuguesa;
c) Maior número de pontos obtidos na Prova Objetiva de Noções de Informática;
d) Maior número de pontos obtidos na Prova Objetiva de Noções de Direito;
e) Maior número de pontos obtidos na Prova Objetiva de Direitos Humanos;
f) Maior número de pontos obtidos na Prova Objetiva de Noções de Criminologia;
g) Maior número de pontos obtidos na Prova Objetiva de Noções de Medicina Legal;
h) Maior número de pontos obtidos na Prova de Títulos;
i) Maior idade.

Sendo assim, a classificação final do certame será publicada no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais, e também divulgada nos endereços eletrônicos www.fumarc.com.br e acadepol.policiacivil.mg.gov.br, bem como disponibilizada no Quadro de Avisos disposto
no hall principal da sede da ACADEPOL.

 

Atribuições do cargo de Escrivão por área cognitiva

Inteligência Geral/Potencial de desenvolvimento cognitivo: Capacidade de identificar e lidar com problemas simultaneamente, mas discriminando partes de um todo e englobando-as em uma percepção geral.

 

Atribuições do cargo de Escrivão por área de aptidão

Capacidade de Atenção Concentrada: Perceber e discriminar partes, detalhes e diferenças de um todo.

Capacidade de Atenção Difusa: Investigar, avaliar, classificar e padronizar as funções mentais relacionadas ao campo cognitivo, representadas basicamente pelos sistemas atentivos, memória e raciocínio lógico.

 

Atribuições do cargo de Escrivão por área de personalidade

Tônus Vital/Disposição para o Trabalho: Energia vital disponível para trabalho, capaz de ser liberada ante qualquer situação ou emergência.

Controle da Agressividade: Força propulsora que leva o indivíduo a uma atitude de afirmação e domínio pessoal perante qualquer situação.

Controle da Impulsividade: Ação irrefletida que obedece ao impulso do momento.

Controle Emocional: Reação de emergência que se produz quando o organismo não tem pautas preestabelecidas para reagir normalmente ante uma situação.

Iniciativa/Afirmatividade: Capacidade para tomar a iniciativa de uma medida ou disposição natural para fazer alguma coisa antes dos demais.

Capacidade para Trabalhar em Grupo: Capacidade para unir esforços de um grupo para alcançar metas através de um esforço coletivo.

Inibição/Excitação: Relacionada ao somatório da atividade elétrica do sistema nervoso: uma atividade maior reflete um estado de excitação e uma atividade menor reflete um estado de inibição.

Capacidade para lidar com Situações Novas: Capacidade de reagir de modo apropriado às situações imprevistas que ocorrem no dia a dia de uma pessoa, não comprometendo a sua integridade física e nem de outrem.

Sociabilidade/Contato Social: Capacidade para estabelecer relacionamentos interpessoais de forma cortês, criando um clima de confiança, cordialidade e respeito mútuo.

 

Preparação

Curso online

CURSO INTENSIVO PARA DELEGADO SUBSTITUTO DA POLÍCIA CIVIL DE MINAS GERAIS (DPC/MG) – TEORIA E RESOLUÇÃO DE QUESTÕES

O CERS Cursos Online preparou um curso especial de Dicas Teóricas e Resolução de Questões dos principais pontos do edital, que garantirá a sua preparação para esse grande concurso.

Escalamos uma equipe de professores composta por sua maioria Delegados Civis e Federais, o que garante uma grande experiência teórica e prática.

Garanta já seu o seu curso e estude com os melhores professores da área policial do Brasil.

CURSO INTENSIVO PARA DELEGADO DA POLÍCIA CIVIL – MINAS GERAIS

 

Fique por dentro do último concurso para Delegado da PC MG

Aproveite para conferir tudo sobre concursos para delegado da polícia civil aqui!

Realizado em 2011, a última seletiva do órgão foi organizada pela Fundação Mariana Resende Costa (Fumarc), com oferta de 205 vagas imediatas para escrivão e 144 para provimento no cargo de delegado. As remunerações foram de R$2.041,72 e R$5.716,87, respectivamente, para jornada de trabalho 40 horas semanais para os dois cargos.

Ademais, os candidatos foram submetidos às seguintes etapas de seleção: prova objetiva, avaliação psicológica, exames biomédicos e biofísicos, investigação social e curso de formação policial, para todos os cargos. Houve também prova discursiva, oral e avaliação de títulos para delegado, enquanto os candidatos a escrivão realizaram uma prova de digitação.

A prova objetiva foi composta de 60 questões para escrivão e 70 para delegado, distribuídas em Língua Portuguesa, Noções de Informática, História Geografia, Medicina Legal, Direitos Humanos, Direito Constitucional, Direito Administrativo, Direito Civil, Direito Penal e Direito Processual Penal, de acordo com o cargo.

 

COMENTÁRIOS