Guia das Carreiras Jurídicas - Portal de notícias CERS

Guia das Carreiras Jurídicas

Por:
Atualizado em 12/05/2015 - 12:05

No Brasil, cresce o número de estudantes e profissionais do Direito que buscam exercer a atividade no serviço público. Apesar de bastante atrativa, as carreiras jurídicas públicas demandam, no entanto, uma preparação mais aprofundada e intensiva. Confira as principais carreiras jurídicas do país, com informações sobre a função, detalhes sobre atividade e principais órgãos de atuação:

Juiz de Direito (Magistratura Federal e Estadual)

Antes da atuação, vem a aprovação. Os interessados em ingressarem na carreira de Juiz devem ser contemplados em concurso público para o cargo. As exigências mais comuns envolvem bacharelado em Direito e atividade jurídica de, no mínimo, três anos.

O avanço é gradativo. Os profissionais aprovados nos concurso estaduais, geralmente, começam a exercer a função em cidades menores, como Juiz Substituto. Nesses municípios, o Juiz é responsável por julgar os crimes, solucionar os conflitos entre particulares, realizar eleições e etc.

Gradualmente, os operadores vão sendo transferidos para municípios com comarcas maiores, atuando em conjunto com outros juízes. Alcançar o Tribunal de Justiça, quando o Juiz é promovido para Desembargador, é considerado o cume da carreira. Ao Juiz, não é permitido exercício de qualquer outra função remunerada, com exceção do Magistério.

A carreira exige equilíbrio e segurança do profissional. Os desafios são diários, por isso, é necessário conhecer todas as áreas do Direito, mantendo-se atualizado.

Procurador da República e Promotor de Justiça (Ministério Público Federal e Estadual)

Assim com o Juiz de Direito, a carreira de Promotor de Justiça inicia-se nas Comarcas menores, geralmente, nas cidades do interior. Nesses casos, o Promotor têm atribuições de todas as áreas do Direito. A progressão dos profissionais é regida em estatuto, desde a entrância inicial, intermediária, até a final. Após essas etapas, há a promoção para Procurador de Justiça. Tais progressões se dão por antiguidade e merecimento, proporcionando diferença salarial.

O exercício a atividade de Promotor de Justiça envolve o enfrentamento de inúmeras questões sociais, cada vez mais complexas. O profissional deve buscar, continuamente, o bom-senso e dedicação para atuar em favor de sociedade.

Outras carreiras jurídicas, que requerem aprovação em concurso, não apresentam as mesmas exigências do Magistério e Ministério Público.

Procurador Federal

Responsável pela assessoria jurídica e representação dos órgãos públicos da Administração Pública federal.

Procurador da Fazenda Nacional

Também atua na assessoria jurídica e representação da Fazenda Nacional, sobretudo em questões de execução fiscal.

Advogado da União

É o representante da União no Supremo Tribunal Federal.

Procurador Estadual/Municipal

Sua atuação envolve a defesa dos interesses do Estado/Município enquanto sujeito de Direito.

Defensor Público Federal e Estadual

Responsável por representar os interesses das pessoas que não dispõem de recursos para custear honorários de advogado particular.

Delegado de Polícia Federal e Estadual

Conduz as investigações de crimes.

Você pode se interessar pelo seguinte conteúdo:

CURSO PREPARATÓRIO PARA CARREIRA JURÍDICA 2015 MÓDULO I

CURSO PREPARATÓRIO PARA CARREIRA JURÍDICA 2015 -MÓDULO II

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS