Especial Direito sem mistérios: Direito Civil - Portal de notícias CERS

Especial Direito sem mistérios: Direito Civil

Por:
Atualizado em 06/02/2017 - 18:47

Todo concurseiro tem seu lado Sherlock Holmes: investiga todos os detalhes de uma disciplina, analisa suas dificuldades dentro dos conteúdos, busca “pistas” e estratégias para aprimorar seus conhecimentos, visando sempre desvendar e compreender todos os pontos da disciplina. Se o Direito Civil ainda é um mistério para você, trouxemos um ótimo detetive para acompanhá-lo nessa empreitada! Abaixo, o professor de Direito Civil Thiago de Moraes oferece uma análise completa da disciplina: metodologia de estudo, assuntos mais recorrentes nos certames, principais dificuldades dos concurseiros, etc.

Primeira pista: por onde começar?

Segundo o professor, para melhor aproveitamento da disciplina é importante montar um bom caderno a partir das aulas. Após assistir as aulas e montar o caderno o aluno deve passar para a leitura da lei.

 No tocante ao conteúdo, o concurseiro deve iniciar sua preparação pelas chamadas “matérias irmãs”, visando otimizar o seu tempo e entender melhor o conteúdo, à exemplo de civil e processo civil, penal e processo penal, trabalho e processo do trabalho, constitucional e administrativo.

“Além disto, o candidato deve resolver questões, ou seja, deve alinhar a teoria com a lógica da solução de questões. Esse é um método eficiente no estudo da disciplina, pois o concurseiro irá ver o resultado do seu estudo, além de ser uma técnica eficaz para facilitar a memorização dos assuntos”, explica.

Segunda pista: quais conteúdos precisam de mais atenção?

Hoje, a concorrência é muito grande e não dá para o concurseiro simplesmente dar mais atenção a um tema e menos a outro. É evidente que existem assuntos que, em tese, são mais importantes. Moraes destaca os seguintes tópicos como mais recorrentes nas provas públicas: Lei de Introdução as Normas do Direito Brasileiro e Parte Geral do Código Civil.

Acerca da maior dificuldade dos alunos no estudo da disciplina, Thiago ainda explica que essa se concentra na memorização dos artigos. “Para superar essa dificuldade é melhor entender o significado e o objetivo do dispositivo legal do que decorá-lo”, declara o professor.

Terceira pista: como as bancas cobram os conteúdos?

Como o Direito Civil é composto por um vasto conteúdo de artigos de lei, as bancas não costumam exigir muito súmulas e jurisprudências, em se comparando com aquelas matérias de menor número de artigos. Geralmente, as perguntas envolvem texto de lei.

Acerca da cobrança da matéria pelos diversos concursos, sejam eles Tribunais, Bancos, Prefeituras, área fiscal, entre outros, Thiago alerta que existe diferença. “Para técnico a matéria não aborda todas as partes do Direito Civil e é cobrado mais letra de lei. Para analista o conteúdo cobrado é mais abrangente e além da letra de lei costuma cobra jurisprudência, dependendo do concurso. O jeito de perguntar também é diferente: nos concursos de nível médio as perguntas são diretas, já nos de nível superior costuma perguntar a partir de um caso”, afirma.

Mistério resolvido

Confira algumas dicas para os candidatos que estão estudando a disciplina:

1) Em primeiro lugar, sugiro que o candidato crie uma disciplina e tente, sempre que possível, mantê-la.

2) Em segundo lugar, o candidato deve trabalhar a mente, ter bons pensamentos, ter paciência, saber escutar as críticas, às vezes justas, às vezes injustas, dos outros, não esmorecer com a derrota, entender que faz parte da construção.

3) Em terceiro lugar, sugiro que o candidato estabeleça metas à curto, médio e longo prazo (aferindo sua performance).

4) Em quarto lugar, penso que é bom o candidato criar um pequeno (e bem seleto) grupo de estudos, com um ou dois (no máximo) colegas para aquelas matérias que ele possui maior dificuldade. 

Leia também: Especial Direito sem mistérios: Direito e Processo Penal

5 dicas de Direito Civil para Carreiras Jurídicas

Você pdoe se interessar por:

ISOLADAS COMENÇANDO DO ZERO

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS