Ataques cibernéticos: 5 medidas de segurança cibernética para proteger seus dados - Notícias CERS

Ataques cibernéticos: 5 medidas de segurança cibernética para proteger seus dados

Por:
Atualizado em 16/09/2021 - 13:43
Cyberbullying

Aprenda a diminuir os riscos de sofrer um ataque com essas medidas de segurança cibernética

Segurança cibernética

A segurança cibernética ou cibersegurança é um termo usado para descrever todas as atividades, políticas, procedimentos e ferramentas usadas em conjunto para impedir o acesso não autorizado à tecnologia da informação. Em outras palavras, dados (incluindo dados confidenciais) e informações confidenciais são essenciais para a operação do sistema mundial moderno.

Hoje, a segurança cibernética é algo que as empresas e outras organizações precisam considerar em suas operações diárias e desenvolver planos estratégicos de segurança cibernética de longo prazo. A segurança cibernética inclui medidas de segurança que fornecem dados, informações, aplicativos, redes, nuvens, proteção de dispositivos de endpoint e proteção pessoal – funcionários, clientes e usuários públicos de serviços de TI. A segurança cibernética eficaz combina as medidas de proteção de todos os itens listados acima e os incorpora em uma solução fácil de implantar, usar, atualizar e gerenciar.

Medidas de Segurança cibernética para proteção de dados

As medidas de segurança a seguir podem reduzir drasticamente o risco de sofrer um ataque cibernético.

1. Utilização de Backups

Fazer backup de dados é uma das melhores práticas de segurança da informação. Ter um backup completo e atual de todos os seus dados pode ser um salva-vidas.

Um Backup é uma cópia de segurança dos dados e/ou arquivos sensíveis para que, caso os originais sejam perdidos ou corrompidos, os arquivos do backup permaneçam seguros. Você precisa se certificar de que eles estão totalmente protegidos, criptografados e atualizados com frequência.

2. Controle de acesso baseado em funções

O controle de acesso com base em funções é uma política de acesso neutra que restringe os direitos de acesso de todos os usuários com base em suas funções na organização apenas, concedendo permissões específicas para funções específicas. Essa abordagem, também conhecida como Modelo Zero Trust, reestrutura as permissões dos sistemas de uma empresa com base em uma filosofia “nunca confiar, sempre verificar”, projetada para prevenir o acesso não autorizado.

3. Requisito de senha e autenticação em 2 fatores.

As senhas são a primeira linha de defesa para evitar o acesso ilegal a sistemas e informações. Você precisa exigir estritamente as senhas dos funcionários para garantir tamanho, complexidade e aleatoriedade. Os requisitos de todo o sistema também devem exigir que os funcionários alterem as senhas com frequência. Outro fator relacionado às senhas é a estratégia de autenticação multifator, que é uma das melhores formas de prevenir o acesso não autorizado a contas de e-mail e sistemas. Uma estratégia de autenticação multifatorial requer que os usuários tenham duas informações para obter acesso, não apenas uma senha. Isso evita que invasores tenham acesso, mesmo que a senha ou as credenciais do usuário tenham sido comprometidas.

4. Investimento em treinamento e educação cibernética dos funcionários

Em uma empresa é essencial que todos os funcionários estejam cientes das melhores práticas de segurança cibernética para não comprometerem toda a operação. Não baixar arquivos de sites duvidosos, utilizar programas autênticos para desenvolvimento de tarefas e usar antivírus e backups com frequência são exemplos de práticas que precisam ser rotina dos funcionários.

5. Arquitetura de redes

A prevenção de ataques requer a compreensão da estrutura dos sistemas e redes. A arquitetura de rede são os componentes físicos da pilha de tecnologia e como eles são configurados, organizados e conectados. Uma arquitetura de rede é como um conjunto de camadas de rede e protocolos são chamados. A especificação da arquitetura deve conter informações suficientes para permitir que o desenvolvedor desenvolva o programa ou construa o hardware de cada camada para seguir corretamente o protocolo correto.

Gostou desse conteúdo? Se sim, fique atento ao nosso canal de notícias, pois estamos trabalhando duro para sempre trazer os assuntos de maior tendência no mundo jurídico!

Tags relacionadas: