As vantagens de se preparar para concursos de tribunais - Portal de notícias CERS

As vantagens de se preparar para concursos de tribunais

Por:
Atualizado em 27/04/2017 - 13:24

concurso-tribunalSer servidor público tem suas vantagens. Estabilidade e boa remuneração são apenas algumas delas que também fazem parte dos concursos para tribunais. Mas não para por aí. Conheça outros motivos pelos quais você já deveria ter começado a estudar para os certames da área:

Oportunidades de nível médio e superior

Os certames para tribunais podem exigir nível médio, para os cargos de técnico judiciário, e nível superior, para analistas. Nas oportunidades para analista judiciário da área administrativa, os candidatos podem ter formação em qualquer área de atuação. Já os cargos da área judiciária exigem formações específicas, em sua maioria em Direito.

Conteúdos similares

As disciplinas exigidas nos editais dos concursos para tribunais costumam ser bem semelhantes, o que permite que o conteúdo estudado sirva para as provas de diferentes tribunais.

Português, direito constitucional, direito administrativo, administração financeira e orçamentária (AFO), raciocínio lógico e informática são matérias carimbadas nos editais tanto para técnico quanto analista. Pode acontecer de alguma destas disciplinas não ser cobrada, como informática, e outras que não estavam previstas aparecer no edital.

Mas os candidatos que estudam antecipadamente a base desses conteúdos saem em larga vantagem, podendo se dedicar com calma as disciplinas específicas que deverão ser cobradas de acordo com o tribunal, como Direito Eleitoral no caso dos TRE, ou Direito do Trabalho para os TRT. Além dessas, cada tribunal possui seu regimento interno e legislações relacionadas à sua competência, que costumam ser cobradas nos editais.

 

Leia também:

Principais concursos 2017

Fique por dentro do concurso TRT 24

Tudo sobre o concurso do TJ PE

 

Perfil das bancas organizadoras

Cada banca organizadora dos concursos possui um estilo de prova. No caso das seleções para tribunais, a Fundação Carlos Chagas (FCC) e o Cespe/UNB são as bancas mais recorrentes, facilitando a preparação. No caso de outra instituição elaborar a seleção, o impacto será igual para todos os candidatos.

Vagas em todo o Brasil

São muitos tribunais espalhados pelo país: Tribunais de Justiça (27), Tribunais Regionais Eleitorais (27), Tribunais Regionais do Trabalho (24), Tribunais Regionais Federais (5). Além do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Superior Tribunal Federal (STF).

Apesar de os tribunais terem designações distintas e regiões de abrangência próprias, a justiça federal, a justiça do trabalho e a justiça eleitoral são ramos especializados da justiça da União. Portanto, é possível solicitar remoção de uma localidade para outra.

Mais candidatos convocados do que previstos no edital

Não desista de um concurso de tribunal caso ele ofereça poucas vagas. Os certames desta área costumam nomear mais aprovados do que a quantidade de vagas previstas no edital.

 

Você pode se interessar por:

CURSOS PARA TRIBUNAIS 2017

Aproveite valor promocional de lançamento!

– Conteúdos completos e atualizados

– Questões para treino

– Vídeos motivacionais que vão ajudar você durante o período de estudos

– Plantão de Dúvidas: canal direto com os professores do CERS

– Corpo docente formado por profissionais especialistas e atuantes na área

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS