Você não vai parar de trabalhar nunca - Portal de notícias CERS

Você não vai parar de trabalhar nunca

Por:
Atualizado em 17/11/2016 - 09:58

trabalho-cerbasi-aposentadoriaÉ possível distinguir claramente as pessoas que planejam a aposentadoria daquelas que não estão fazendo o esforço necessário. São dois grupos com posições bem diferentes em relação ao futuro. Cabe uma advertência comum a ambos: prepare-se para trabalhar – e muito! – em sua aposentadoria.

Para os que não investem o suficiente, a constatação é óbvia. Ao consumir hoje tudo o que ganhamos, asseguramos que teremos de trabalhar para bancar cada mês de vida pela frente. Isso não é pouco. A melhora geral na qualidade de vida nos garante longevidade maior e mais inspiração para o consumo. Se considerarmos os gastos com saúde e a necessidade de conforto, não é exagero estimar que viver bem significará gastar mais do que gastamos hoje, mesmo com hábitos de lazer menos frequentes e com filhos emancipados. Até aqui, nenhuma novidade.

Há ainda um fenômeno pouco estudado: mesmo os que se planejam para um futuro abastado provavelmente trabalharão na fase que imaginaram estar aposentados. Isso se deve à liberdade de escolha resultante da independência financeira.

Quanto maior o patrimônio acumulado, menor é o temor de que uma escolha importante dê errado. Reservas financeiras amenizam nossa ansiedade. Imagine-se na situação de ter de abandonar o emprego atual e se arriscar numa nova função que tenha algum risco de não ser bem-sucedida. Com reservas financeiras, você sabe que, se não der certo, terá tempo para voltar atrás e retomar sua antiga atividade. Quem vive no limite de suas finanças evita se expor ao risco de mudanças ousadas. Sem assumir riscos, não erra, mas também não evolui. Isso leva à rotina e ao desgaste. Esses por sua vez aumentam o desejo de se aposentar à medida que o tempo avança.

Quem planeja seu futuro se sente mais seguro e amparado para ousar. Isso aumenta seu leque de experiências e referências, gera uma diversidade curricular que tende a aumentar o número de convites para oportunidades.

Quando o profissional alcança sua independência financeira, sua bagagem lhe oferece tantas oportunidades que ele dificilmente ficará parado. Trabalhar pelo prazer e não pelo dinheiro é isso. Todo dinheiro que entra é bem-vindo, mas o objetivo é manter-se inspirado. Por isso, muitos profissionais se mantêm ativos muito além da idade típica da aposentadoria. 

Trabalharemos em nossos últimos anos de vida, como consequência do planejamento financeiro ou da falta dele. Comece já a cuidar de sua educação para se manter valorizado pelas próximas décadas. Não há nada pior do que parar por falta de opção. 

 

Fonte: Coluna de Gustavo Cerbasi na Revista Época: Acesse em: http://epoca.globo.com/colunas-e-blogs/gustavo-cerbasi/noticia/2013/09/voce-nao-vai-bparar-de-trabalhar-nuncab.html

 

 

gustavo-cerbasi

 

Gustavo Cerbasi é Mestre em Administração/Finanças pela FEA/USP, formado em Administração Pública pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), com especialização em Finanças pela Stern School of Business – New York University e pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Foi eleito pela revista Época um dos 100 brasileiros mais influentes.

Você pode se interessar por: Curso Online Prosperando na Carreira Pública – Gustavo Cerbasi

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS