Videoconferência possibilitará interação à distância e economia de recursos - Portal de notícias CERS

Videoconferência possibilitará interação à distância e economia de recursos

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Em breve, será comum a realização de conferências, seminários, cursos ou simples reuniões para tratar de assuntos de interesse da Justiça do Trabalho, entre pessoas de diferentes regiões do País, como se estivessem no mesmo local. Isso será possível com a implantação, prevista para o primeiro semestre deste ano, do sistema de videoconferência, um dos projetos nacionais de informática desenvolvidos pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho.

O sistema, que interligará todos os órgãos da Justiça do Trabalho – incluindo o TST, os TRTs e Varas, o próprio CSJT e a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat) – propiciará economia de tempo, evitando deslocamentos, e de recursos, com a redução de gastos com diárias e passagens. Além disso, os eventos serão armazenados e poderão ser consultados posteriormente, a qualquer momento.

O projeto encontra-se em fase decisiva, com a aprovação, pelo CSJT, do processo de licitação para adquirir equipamentos de captura e gravação de imagem e som, que serão destinados aos Tribunais Regionais do Trabalho e ao próprio TST, que também disporá de um computador com os recursos para tratamento de imagens e gravador digital. A implantação do sistema também está condicionada à liberação, pela Embratel, da segunda etapa da rede nacional de telecomunicações (rede corporativa) da Justiça do Trabalho, que possibilitará o tráfego de dados entre o TST, os 24 Tribunais Regionais e as 1378 Varas do Trabalho.

Nesta semana, o sistema de videoconferências testado nas dependências do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), interligando equipes da Bahia, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná.

fonte

Assessoria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS