Vale a pena fazer o concurso do Banco do Brasil? - Portal de notícias CERS

Vale a pena fazer o concurso do Banco do Brasil?

Por:
Atualizado em 17/08/2015 - 09:45

Com a abertura das inscrições para escriturário do Banco do Brasil, os concurseiros encontraram uma boa oportunidade para ingressar no serviço público. São 860 oportunidades, sendo 95 imediatas, distribuídas em seis estados da região Nordeste: Ceará (24 + 186 CR), Paraíba (14 + 106 CR), Pernambuco (33 + 267 CR), Piauí (8 + 67 CR), Rio Grande do Norte (8 + 72 CR) e Sergipe (8 + 67 CR).

As inscrições estão abertas até 31 de agosto pelo site da Cesgranrio, banca organizadora do concurso. O valor da taxa é de R$ 42.

Além de saber os requisitos do cargo, é interessante o candidato conhecer melhor as atividades e os benefícios atrelados à função. Confira o edital aqui

Concurso

O certame exige nível médio de escolaridade, idade mínima de 18 anos na data de admissão, e obrigações eleitorais e militares em dia.

A seleção é composta por três etapas de caráter eliminatório: prova objetiva, prova de redação, e perícias médicas e procedimentos admissionais.

Ambas as provas serão aplicadas em 18 de outubro, com cinco horas de duração. As 70 questões envolvem conhecimentos de língua portuguesa, raciocínio lógico, atualidades do mercado financeiro, cultura organizacional, técnicas de vendas, atendimento, domínio produtivo da informática, conhecimentos bancários e língua inglesa.

A redação deverá ser estruturada na forma de texto em prosa do tipo dissertativo-argumentativo, sendo eliminados os candidatos que obtiverem nota inferior a 65,0 pontos.

O resultado final está previsto para ser divulgado em 17 de dezembro.

Cargo

O cargo de escriturário do Banco do Brasil é regido pela CLT (não goza da mesma estabilidade dos servidores estatutários) e possui carga horária de 30h semanais, com salário inicial de R$ 2.227,26. Em caso de promoção para cargo de chefia, a jornada passa para 8h diárias com acréscimo mínimo de 1/3 do salário.

De acordo com a necessidade do banco, caberá ao gerente definir a função a ser exercida, com destaque às atividades que envolvem atendimento direto ao público:

– Comercialização de produtos e serviços do Banco do Brasil;

– Atendimento ao público;

– Atuação no caixa (quando necessário);

– Contatos com clientes, prestação de informações aos clientes e usuários;

– Redação de correspondências em geral;

– Conferência de relatórios e documentos;

– Controles estatísticos;

– Atualização/manutenção de dados em sistemas operacionais informatizados;

– Execução de outras tarefas inerentes ao conteúdo ocupacional do cargo, compatíveis com as peculiaridades do Banco do Brasil.

Vantagens

Ser escriturário do Banco do Brasil possui diversas vantagens: vale-transporte, vale-refeição e vale-alimentação em um total de cerca de R$ 900, auxílio-creche, plano odontológico, assistência médica, previdência privada. Há também possibilidades de bolsa de estudo e licença-prêmio.

A instituição possui ainda plano de carreira e desenvolvimento profissional, com aumento nos ganhos em cargos de gerência ou equivalente, além de participação nos lucros ou resultados no valor aproximado de R$ 8 mil por ano.

Conquiste esta vaga!

Os atrativos do cargo de escriturário do Banco do Brasil são inúmeros e o certame promete atrair muitos candidatos. Por isso, os interessados em conquistar uma dessas vagas precisam dedicar-se aos estudos com qualidade e eficiência.

O CERS lançou um curso especial de revisão ponto a ponto com abordagem teórica dos principais conteúdos do edital e resolução de questões no estilo Cesgranrio. Você poderá assistir as aulas com flexibilidade de horário e professores experientes em concursos da área bancária, otimizando a sua preparação e alcançando melhores resultados.

Abordagem teórica + Resolução de questões + Orientação de professores experientes + Flexibilidade de horário. Agora só depende de você! Saiba mais em:

CURSO PARA BANCO DO BRASIL 2015 – ESCRITURÁRIO

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS