TST: saiu resultado preliminar do concurso para juiz do trabalho - Portal de notícias CERS

TST: saiu resultado preliminar do concurso para juiz do trabalho

Por:
Atualizado em 24/10/2017 - 13:34

Saiu o resultado preliminar da prova objetiva do concurso para juiz do Tribunal Superior do Trabalho!

Você pode conferir se o seu nome está na lista de aprovados aqui! Ou pode fazer a sua consulta inividual aqui!

Os candidatos ainda poderão interpor recurso contra o resultado preliminar da prova objetiva nos dias 25 e 26 de outubro de 2017, pelo site da FCC. 

Se você foi aprovado, parabéns! Comece logo a se preparar para a segunda fase, que contempla prova prática de sentença.

 

Sobre a 2ª fase do concurso

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) está realizando o seu 1º Concurso Público Nacional Unificado para magistratura. Uma grande conquista para os candidatos que não vão precisar mais viajar pelo Brasil afora em busca de uma oportunidade. A próxima etapa é a aplicação da 2ª fase da prova, prevista para 2 e 3 de dezembro. 

A prova escrita discursiva possui caráter eliminatório e classificatório. Serão aplicadas 10 questões subjetivas sobre:

– Direito Individual do Trabalho

– Direito Coletivo do Trabalho

– Direito Processual do Trabalho

– Direito Constitucional

– Direito Constitucional do Trabalho

– Direito Processual Civil

– Direito Administrativo

– Direito Civil

– Sociologia do Direito

– Psicologia Judiciária

– Ética e Estatuto Jurídico da Magistratura Nacional

– Filosofia do Direito

– Direitos Humanos

– Teoria Geral do Direito e da Política.

 

Além das questões, a 2ª fase do concurso TST contempla prova prática de sentença. O candidato deverá elaborar uma sentença trabalhista, envolvendo temas jurídicos constantes do conteúdo programático e que apresente solução objetiva de caso concreto.

concurso-tst-juiz-2-fase

 

Curso online para concurso do TST – 2ª fase

O CERS Cursos Online oferece àqueles que desejam ser aprovados na 2ª fase do Concurso Nacional Unificado da Magistratura Trabalhista, um curso especial de preparação com revisão teórica e resolução de questões, abordando os principais pontos das disciplinas exigidas para a prova discursiva da 2ª fase desse certame.

 É um curso indispensável aos que desejam ser aprovados no 1o Concurso Público Nacional Unificado para ingresso na Carreira da Magistratura do Trabalho 2017. 

 

 

Sobre o Concurso 2017

As inscrições foram prorrogadas e encerraram no dia 4 de agosto de 2017. A banca organizadora é a Fundação Carlos Chagas (FCC) e a taxa de participação custou R$ 275,00. A prova de 1ª fase foram realizadas no dia 8 de outubro de 2017. 

Vagas 

O edital oferece 132 vagas para Juiz do Trabalho Substituto. Dentre as vagas, 26 são reservadas a candidatos negros e sete a candidatos com deficiência.

Para concorrer, o candidato precisa possuir bacharelado em Direito, experiência mínima de três anos de atividade jurídica e outras exigências constantes no edital. Os aprovados receberão remuneração inicial de R$ 27.500,17.

Provas

A seletiva será composta por cinco etapas. A prova objetiva seletiva, de caráter eliminatório e classificatório, foi aplicada nas cidades do Rio de Janeiro-RJ, São Paulo-SP, Belo Horizonte-MG, Porto Alegre-RS, Salvador-BA, Recife-PE, Fortaleza-CE, Belém-PA, Curitiba-PR, Brasília-DF, Manaus-AM, Florianópolis-SC, João Pessoa-PB, Porto Velho-RO, Campinas-SP, São Luis-MA, Vitória-ES, Goiânia-GO, Maceió-AL, Aracaju-SE, Natal-RN, Teresina-PI, Cuiabá-MT e Campo Grande-MS. O resultado dessa etapa sai em 17 de novembro.

Na segunda etapa, os candidatos realizarão duas provas escritas, de caráter eliminatório e classificatório, sendo uma prova escrita discursiva e a outra prova prática de elaboração de uma sentença trabalhista, previstas para os dias 2 e 3 de dezembro. O resultado dessa etapa e convocação para a posterior sai em 29 de maio de 2018.

Já a terceira fase é composta de inscrição definitiva, exame de sanidade física e mental, sindicância da vida pregressa e investigação social e será realizada em data definida posteriormente. A quarta etapa é uma prova oral, também aplicada em data a ser definida. A quinta etapa é a avaliação de títulos, também sem data definida até então.

Os contemplados ainda terão que participar de curso de formação inicial, que acontece em Brasília-DF. A validade do concurso será de dois anos contados a partir do seu resultado final, prazo que pode ser prorrogado uma vez pelo mesmo período.

 

O professor Rodrigo Bezerra comentou todos os detalhes do primeiro concurso unificado do TST e do TCE PE. Confira:

 

Veja ainda: tudo sobre o concurso do TST para analista e técnico

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS