Servidor ex-celetista tem direito a contar o tempo de trabalho insalubre - Portal de notícias CERS

Servidor ex-celetista tem direito a contar o tempo de trabalho insalubre

Por:
Atualizado em 03/06/2016 - 08:59

O servidor público que tenha exercido atividades em condições insalubres, penosas ou perigosas quando trabalhava sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) tem direito à contagem especial desse período para fins de aposentadoria.

O entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ) foi aplicado em julgamento de ação na qual servidor público federal, anteriormente agente penitenciário celetista do Paraná, buscou a conversão do tempo de serviço prestado sob condição especial para cálculo de seu período de aposentadoria.

Ao STJ, a União alegou que as normas aplicadas aos servidores públicos não permitem a contagem de tempo de serviço insalubre prestado fora do serviço público federal, em especial aquelas editadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Como o Estado do Paraná não integra a administração pública federal, a União defendia que o regime insalubre não poderia ser aproveitado em dobro para fins de contagem recíproca.

“A jurisprudência desta Corte é assente no sentido de que o servidor público, ex-celetista, que tenha exercido atividade laboral em condições insalubres, possui direito à contagem desse período de trabalho para fins de aposentadoria”, lembrou o ministro Humberto Martins ao negar o recurso da União. Fonte: STJ

Para se aprofundar:

CURSO COMPLETO DE DIREITO PREVIDENCIÁRIO PARA CONCURSOS 2016 – PROF. FREDERICO AMADO (DISCIPLINA ISOLADA)

CURSO DE PRÁTICA FORENSE EM DIREITO PREVIDENCIÁRIO NO REGIME GERAL DE PREVIDÊNCIA SOCIAL 2016 (ATUALIZADO PELA REFORMA PREVIDENCIÁRIA DE 2015).

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS