Professor Renato Saraiva no UFC 146 - Portal de notícias CERS

Professor Renato Saraiva no UFC 146

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

 

Por Ana Laranjeira    

O professor Renato Saraiva e sua equipe de produção estará presente no UFC 146 para conferir a luta de perto e passar para os alunos cada detalhe dessa emocionante disputa. Mostraremos a concentração dos lutadores nos momentos que antecedem o combate, a emoção do nosso campeão ao subir no ringue e outros detalhes que só quem acompanhar os nossos vídeos poderá saber.   

Fique atento e siga pelas nossas redes sociais cada passo do professor Renato para invadir esse universo das Lutas Marciais Mistas!       

Preparação para o evento       
Las Vegas já vive intensamente o clima do UFC 146. Na última terça-feira (22), a cidade tinha pôsteres destacando os brasileiros Júnior Cigano e Antônio Pezão e os americanos Frank Mir e Cain Velásquez por todos os lugares. O MGM Grand, hotel e cassino que sedia o evento no próximo sábado, já estava completamente decorado para a festa.

Ontem (23), os dois lutadores, além de todos os competidores do Card Principal (lutas mais esperadas), participaram do treino aberto do UFC 146, no MGM Grand. Hoje (24), o grupo de 10 lutadores responde às perguntas da mídia internacional na coletiva de imprensa do evento. E amanhã (25), às 20h, será transmitida a pesagem oficial, em canais à cabo.   

Confira todas as lutas do dia 26:  

CARD PRINCIPAL

Junior Cigano x Frank Mir

Cain Velásquez x Antônio Pezão

Roy Nelson x Dave Herman

Shane del Rosario x Stipe Miocic

Stefan Struve x Lavar Johnson

CARD PRELIMINAR

Diego Brandão x Darren Elkins

Jamie Varner x Edson Barboza

Jason “Mayhem” Miller x C.B. Dollaway

Jacob Volkmann x Paul Sass

Dan Hardy x Duane Ludwig

Kyle Kingsbury x Glover Teixeira

Mike Brown x Daniel Pineda


O UFC e o MMA
O Ultimate Fighting Championship (UFC) é a maior organização de Artes Marciais Mistas (MMA) do mundo. Lutadores desse esporte praticam uma miscelânea de diferentes artes marciais, tais como: jiu-jítsu, boxe, luta livre olímpica, boxe tailandês, boxe chinês, caratê, tae kwon do, entre outras. Inspirado por torneios de Vale Tudo de origem brasileira, é atualmente comandada pela Zuffa Entertainment.

Desde sua primeira edição, os eventos ocorrem em ringues com forma de octógono, fechado por uma grade. Apesar de criticado pelo nível de violência em algumas lutas, nunca se registrou morte nesse estilo de esporte.

Categorias
O UFC se divide em categorias determinadas pelo peso dos lutadores. São elas:

– Galo (Bantamweight) – acima de 56,7kg até 61,2kg     
– Pena (Featherweight) – acima de 61,2kg até 65,7kg    
– Leve (Lightweight) – acima de 65,7kg até 70,3kg 
– Meio-médio (Welterweight) – acima de 70,3kg até 77,1 kg    
– Médio (Middleweight) – acima de 77,1kg a 83,9kg
– Meio pesado (Light Heavyweight) – acima de 83,9 até 92,9kg
– Pesado (Heavyweight) – acima de 92,9kg até 120,2kg

Regras
Confira as diretrizes que norteiam as lutas:

1) Os lutadores se enfrentam num ringue de oito cantos com 3 assaltos de 5 minutos, em caso de decisão de título, a luta principal tem 5 assaltos de 5 minutos.

2) Os resultados das lutas se definem com:

– Desqualificação – Acontece quando um dos lutadores aplica de forma intencional algum golpe ilegal (como cabeçadas, golpes na região genital, golpes na região anterior à cabeça, entre outros) ou realiza algum movimento proibido de acordo com as regras (segurar nas grades seguidamente, por exemplo). Caso o combate não possa prosseguir, ou o lutador insista em não obedecer às regras, ele será desclassificado.

– Finalização – Ocorre quando um lutador recebe uma técnica característica da luta agarrada, tais como chaves e estrangulamentos, e demonstra clara desistência, através de batidas no chão do ringue (com os pés ou mãos) ou verbalmente.

Ps: No caso de estrangulamentos, caso o lutador não desista, ele pode desmaiar. Se isso acontecer, o arbitro irá intervir, e será decretada a finalização da mesma forma.

– Nocaute – Ocorre quando um lutador recebe um golpe legal e fica inconsciente.

– Nocaute Técnico – Pode ocorrer de diversas formas:

Decisão médica – Ocorre quando o médico julga que o lutador não pode continuar no combate, devido a um corte ou lesão. Portanto, o médico pode encerrar o combate se julgar que a integridade física do lutador estará ameaçada caso continue. Esta decisão não depende do lutador, portanto, por mais que ele queira continuar, se o médico determinar o fim do combate, será a decisão final.

Interrupção do árbitro – Neste caso, o árbitro do ringue encerra a luta por achar que um lutador não está mais se defendendo ou esboçando qualquer reação.

Lesão – Neste caso, o próprio lutador manifesta desistência, ou o árbitro do ringue encerra a luta, sem necessidade de consulta ao médico. Ocorre em casos de lesões mais visíveis, como fraturas ou graves torções.

– Decisão do júri – Ao término dos 3 ou 5 rounds, 3 juízes decidirão quem é o vencedor. Para isso, eles se utilizam de diversos critérios: agressividade, contundência em pé, domínio no chão, trocações efetivas, agarramentos efetivos, controle da área do ringue e de luta, defesa, etc.

Sobre o nosso campeão! 
Catarinense de nascimento, baiano de coração. Assim define-se Júnior dos Santos Almeida, ou, simplesmente, Junior “Cigano”. Aos 27 anos, o lutador nascido em Caçador (cidade no interior de Santa Catarina), atualmente radicado na Bahia, tornou-se o campeão dos pesos-pesados mundial e um dos principais nomes do MMA.

A história de Junior dos Santos nas artes marciais mistas é, no mínimo, diferente. O garoto de família humilde que já trabalhou como vendedor em uma loja de brinquedos e que só treinou jiu-jitsu aos vinte e um anos de idade tornou-se um dos lutadores mais empolgantes da atualidade e inclusive já estampou capa de revistas com o título “Senhor Nocaute”.

Sua mudança para Salvador-BA foi determinante para sua carreira e rendeu outros frutos como seu casamento e sua conexão com seu técnico Luis Dórea que já treinou nomes como Minotauro e Acelino Popó de Freitas.

Em 2010, Cigano foi um dos treinadores da décima terceira temporada do reality show The Ultimate Fighter, competindo contra a equipe do ex-campeão dos pesos pesados Brock Lesnar. Como Lesnar não pode fazer a luta final, Cigano enfrentou Shane Carwin pela chance de disputar o cinturão. Confiando no boxe certeiro, o brasileiro levou a decisão unânime dos juízes e agora briga pelo título no UFC 146, em Las Vegas.

 

O CERS está na torcida e deseja boa sorte ao nosso campeão! Vamos juntos!

ESSA SEMANA TEM PROMOÇÃO NOCAUTE!! CLIQUE AQUI E CONFIRA!!

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS