Plenário do STF declara constitucional IOF sobre transmissão de ações - Portal de notícias CERS

Plenário do STF declara constitucional IOF sobre transmissão de ações

Por:
Atualizado em 10/02/2016 - 11:19

O Plenário do Supremo Tribunal Federal julgou constitucional norma que institui a cobrança do Imposto sobre Operações Financeira (IOF) na transmissão de ações e bonificações de companhias abertas.

A decisão foi tomada no Recurso Extraordinário (RE) 583712, com repercussão geral reconhecida, onde a União questionava acórdão do Tribunal Regional Federal da 3ª Região. Ao menos 75 processos serão solucionados com base nessa decisão.

Para o relator, ministro Edson Fachin, a incidência do IOF sobre a transmissão das ações e bonificações tem guarida no art. 153, inciso V, da Constituição da República. De acordo com o dispositivo mencionado, compete à União instituir impostos sobre operações relativas a títulos ou valores imobiliários.

Por fim, o ministro lembrou que a incidência do referido imposto não fere a anterioridade, a retroatividade ou a reserva de lei complementar. Para fins de aplicação da repercussão geral, o ministro fixou em seu voto a seguinte tese: “É constitucional o artigo 1º, inciso IV, da Lei 8.033/1990, uma vez que incidente o IOF sobre o negócio jurídico de transmissão de títulos e valores das companhias abertas”.

Para se aprofundar:

CURSO INTENSIVO PARA O MINISTÉRIO PÚBLICO E MAGISTRATURA ESTADUAIS
CURSO PREPARATÓRIO PARA CARREIRA JURÍDICA – MÓDULOS I E II

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS