O que vem por ai no concurso do INSS - Portal de notícias CERS

O que vem por ai no concurso do INSS

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Joffre Melo

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) lançou edital de concurso público para o cargo de analista do seguro social. São 300 vagas, com salário de R$ 7.147,12. As inscrições seguem até o dia 13 de setembro pelo site www.funrio.org.br. De acordo com especialistas na preparação para concursos públicos, a escolha da banca organizadora poderá causar polêmica entre os concurseiros.

“Há uma desconfiança generalizada com a escolha da Funrio. Nas redes sociais isso fica evidente. Isso porque a Funrio teve incidentes no concurso da Polícia Rodoviária Federal que estão sendo investigados pela polícia e MPF”, aponta o professor Frederico Amado, especialista em Direito Previdenciário. Além disso, para ele a Funrio ainda é uma banca de porte menor, se comparada com a FCC e o Cespe.

Esperava-se que a Fundação Carlos Chagas organizasse a seleção do INSS. A escolha pela Funrio pegou muitos professores e candidatos de surpresa. “A mudança da banca traz um benefício em relação ao nível de dificuldade. Sem dúvida, era de se esperar uma prova mais difícil, em se tratando da FCC”, argumenta Jairo Teixeira, professor de Raciocínio Lógico do CERS Cursos online.

Ainda segundo Teixeira, “a expectativa é de uma prova mais tranquila. O estilo FUNRIO é de questões mais simples, com enunciados objetivos e não deve trazer muita dificuldade. Mas vale salientar um detalhe: se você tem facilidade, por exemplo, em matemática, talvez a mudança não seja boa. Quem sabe, uma prova mais difícil, para você que tem facilidade, fosse uma oportunidade de fazer a diferença. Enfim, se foi bom ou se foi ruim, depende muito de para quem?”, conclui.

A mudança, porém, não se torna relevante, em se tratanado de algumas disciplinas especificas. “Para informática, o impacto é mínimo. O estilo de elaboração da prova é muito similar ao da FCC e o nível das questões também”, ressalta Emannuelle Gouveia, professora de Informática para concursos do CERS.

 

Para Emannuelle, os assuntos abordados nos editais também costumam ser similares. “Sendo assim, em relação a informática, não ha mudanças relevantes em um contexto geral”, finaliza.

 

Gostou dessa notícia?

Cadastre-se aqui para receber ainda mais informações relacionadas a esse assunto.

Nome:

Email:


Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS