MPT, MPE e judiciário buscam a inclusão de jovens aprendizes no mercado de trabalho - Portal de notícias CERS

MPT, MPE e judiciário buscam a inclusão de jovens aprendizes no mercado de trabalho

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Autoridades do Juizado e da Promotoria da Infância e Adolescência de Rondonópolis (MT) juntamente com o Ministério Público do Trabalho (MPT), Conselho Tutelar e entidades do sistema nacional de aprendizagem industrial, rural e comercial somam esforços para inserir jovens em situação de risco social no mercado de trabalho como aprendizes naquele município.

Em uma audiência realizada na semana passada na Vara do juizado da infância e adolescência ficou definido que cada instituição apresentará proposta de atuação e organizará uma audiência pública, prevista para o mês de agosto, com objetivo de conscientizar empresários a contratarem os jovens que respondem ou responderam a processos pela prática de atos infracionais.

A finalidade dessa parceria é promover a ressocialização desses jovens na sociedade por meio do trabalho, tendo como fundamento legal a lei do jovem aprendiz que prevê a destinação de vagas de emprego em regime especial e por tempo determinado.

Segundo informou o procurador do Trabalho Rogério Sitônio Wanderley, estão envolvidos com esse projeto os técnicos do SENAR, SENAI, SENAC, SENAT, assistentes sociais e auditores fiscais do trabalho. A previsão é conseguir ofertar cursos de qualificação profissional para cerca de 300 jovens.

“Outro desafio será conscientizar os empresários da importância de acreditar nesses jovens, dando-lhes uma chance de mostrar sua capacidade profissional, oportunizando a eles um lugar no mercado de trabalho e a esperança de ter uma vida melhor, com dignidade e cidadania plena, e isso, pretendemos mostrar durante a audiência pública que vai acontecer em Rondonópolis”, enfatizou o procurador do Trabalho.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Procuradoria Regional do Trabalho da 23ª Região (MT)

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS