MPSP retifica edital de concurso - Portal de notícias CERS

MPSP retifica edital de concurso

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Joffre Melo

O Ministério Público de São Paulo (MP-SP) retificou o edital de abertura do concurso que visa preencher 168 oportunidades nos níveis fundamental, médio e superior. Na retificação foram alteradas informações sobre a prestação das provas, atribuições de alguns cargos e conteúdo programático – confira no anexo ao lado.

A data das provas está mantida para o dia 31 de julho, porém com duas observações. Para quem concorre aos cargos de auxiliar de promotoria I (marceneiro), auxiliar de promotoria I (pedreiro), auxiliar de promotoria III (motorista), analista de promotoria I (assistente social) e analista de promotoria I (psicólogo), a avaliação acontecerá no período da manhã. À tarde, o exame será realizado pelos candidatos que se inscreveram para a função de oficial de promotoria I.

Os cargos que tiveram suas atribuições alteradas foram os de analista de promotoria I (assistente social) e analista de promotoria I (psicólogo). Já no conteúdo programático, o cargo que sofreu alterações foi o de oficial de promotoria I no item “noções de Direito”.

Do total das oportunidades, 72 são para a capital e Grande São Paulo e 96 são para o litoral e interior do Estado (Araçatuba, Bauru, Campinas, Franca, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, Sorocaba, Taubaté e Vale do Ribeira).

As remunerações estão entre R$ 1.699,59 e R$ 3.902,86. A jornada de trabalho é de 30h semanais para a carreira de analista de promotoria I (assistente social e psicólogo), que exige nível superior, e de 40h para os demais cargos.

As inscrições vão até o dia 8 de julho, exclusivamente pela internet, no site do Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (www.ibfc.org.br), organizador do concurso. As taxas são de R$ 40 para auxiliar de promotoria, R$ 50 para oficial e R$ 70 para analista.

A prova objetiva está prevista para o dia 31 de julho e será aplicada na capital e nas cidades do interior do Estado, de acordo com a lotação de vagas.

Os candidatos aos cargos de auxiliar e oficial ainda serão submetidos à prova prática e os que disputam a vaga de analista à prova de títulos.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS