Ministério do Planejamento: em 2012 tudo volta ao normal - Portal de notícias CERS

Ministério do Planejamento: em 2012 tudo volta ao normal

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Parece que agora a tempestade vai passar e os concurseiros já podem planejar e ordenar os estudos para o próximo ano. Isso porque a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, esclareceu ontem que os cortes nos concursos públicos e nas nomeações de servidores somente vai acontecer em 2011.

Belchior esteve presente na audiência da Comissão Mista de Orçamento do Congresso e garantiu que as suspensões não ocorrerão durante todo o mandato da presidente Dilma Rousseff. “Estamos fazendo um ajuste dos concursos públicos. Ele é para o ano de 2011, não é uma perspectiva para quatro anos”, ressaltou.

Desde fevereiro último, existia um clima de intranqüilidade entre os que sonhavam com a aprovação em concurso público. Toda a tensão fora causada pelos cortes nas seleções, com o objetivo, segundo o planalto, de enxugar em R$ 50 bilhões o Orçamento da União.

Agora, o lançamento de editais e as convocações estão condicionados à autorização específica de Miriam Belchior. Por ora, até mesmo órgãos que iniciaram cursos de formação, embora possam concluí-los, dependem de nova permissão para nomear os aprovados.

Entre os órgãos prejudicados pela medida, estão as agências reguladoras, que carecem de mão de obra. Ao comentar problemas que a Caixa Econômica Federal enfrenta ao analisar projetos para liberação de recursos da União para convênios, a própria ministra afirmou que o banco estatal precisa de mais funcionários. “Esses problemas nós podemos resolver contratando mais gente”, disse.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS