Ministério do Planejamento divulga resultado da prova objetiva para analista - Portal de notícias CERS

Ministério do Planejamento divulga resultado da prova objetiva para analista

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Postado por Ana Laranjeira      
Fonte: Folha Dirigida

Saiu, no Diário Oficial da União, na última sexta-feira, dia 7 de dezembro, o resultado final da prova objetiva do concurso para 825 vagas de analista de políticas sociais do Ministério do Planejamento. A lista com nome e nota de cada candidato aprovado está disponível em anexo nesta página.

Além disso, a Esaf (organizadora) também convoca os habilitados para realizarem a prova discursiva no dia 16 de dezembro. Esta etapa será composta por uma redação, que deverá ter, no mínimo, 40 linhas e no máximo 60. Também será proposta uma questão problema, que aceitará entre 15 e 30 linhas, observados os roteiros estabelecidos na prova. O teste terá duração de três horas e começará às 13h, horário de Brasília. Os locais de prova poderão ser consultados a partir da próxima quarta-feira, dia 12, no site da organizadora.

O resultado final do exame discursivo, assim como a convocação para a apresentação de títulos, deverá ser divulgado em 18 de fevereiro. A publicação do resultado final do concurso está prevista para 28 de março de 2013. Ao todo, a seleção recebeu 26.723 inscritos. O prazo de validade será de um ano, podendo ser prorrogado por igual período.

Concorrentes querem suspensão do concurso 
Um grupo de candidatos que concorreram a uma das 825 vagas do concurso do Ministério do Planejamento para o cargo de analista de políticas sociais entrou com uma ação na 16ª Vara Federal pedindo a suspensão do certame e o cancelamento da realização das provas discursivas marcadas para o dia 16 de dezembro. A alegação dos candidatos é de que faltou luz no Centro Universitário Unieuro, o que impediu a grande maioria de realizar a seleção em condições de igualdade.

A Esaf informou por meio de nota que tomou as medidas corretas para diminuir o impacto do problema. A organizadora informou ainda que não foi notificada oficialmente sobre a ação. Confira a nota: O concurso para o cargo de Analista Técnico de Políticas Sociais do Ministério da Planejamento – ATPS/MP, realizado em Brasília, no dia 18/11/2012, teve um imprevisto, em específico no Centro Universitário Unieuro situado à SHCES – Trecho 0 – Conj. 5 – Av. das Nações. Houve falta de energia naquele local por volta das 10 horas.

A Esaf tomou providências junto à CEB – Companhia Energética de Brasília, solicitando solução em relação ao retorno da energia e, em paralelo, autorizou o acréscimo de tempo no total de 52 minutos às salas afetadas pela falta de energia, onde havia pouca luminosidade, assegurando assim a isonomia na realização das provas.

A Esaf informou aos candidatos que o imprevisto fugia de pronta resolução. Não houve tratamento diferenciado beneficiando um ou outro candidato, pois as salas em que havia luminosidade natural suficiente não foram afetadas, portanto continuaram com o tempo normal previsto em edital.

Candidatos informaram que em determinadas salas, sem luz, os candidatos não tiveram tempo de acréscimo, diferente do que informa a Esaf. Em contrapartida, em salas que a luminosidade permitiu a continuidade da prova, ocorreu um acréscimo de 50 minutos. Para esse grupo de candidatos, a isonomia foi quebrada.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS