Saiba como aplicar a meta SMART em seus estudos - Portal de notícias CERS

Saiba como aplicar a meta SMART em seus estudos

Entenda a aplicação eficaz do método e todo o passo a passo para a melhoria da sua preparação!

Thaísa Moraes
Por:
Atualizado em 27/07/2018 - 08:00
Aplique a meta SMART você também!

Você sabe como cumprir metas de estudo? Conheça uma metodologia excepcional que pode ajudar você bastante! A meta SMART é conhecida pelos bons resultados de quem a utiliza.

Com ela, você consegue estruturar seus objetivos e metas com um plano de ação construído com estimativas reais. Apesar de ser moderno e se aplicar perfeitamente nos dias de hoje, o acrônimo foi escrito e publicado pela primeira vez em 1981, pelo americano George Doran. Em inglês, “smart” quer dizer “esperto” e em suas letras traz cinco critérios essenciais e sugestivos para o desenvolvimento assertivo de metas.

Você pode se interessar por: Dicas de estudo do E-book Começando do Zero

Leia também: Confira o guia de estudos para a área de tribunais

 

Confira o passo a passo da meta SMART:

1 – S de Specifc (Especificidade)

Aqui é o início de todo o processo, onde você vai definir e detalhar os desafios que precisa enfrentar para atingir a sua meta.

Por exemplo, se você definir que a sua meta é “passar num concurso na área de cartório”, precisa dizer em qual estado gostaria de ser lotado, se vai precisar de ajuda nos estudos e de onde virá essa ajuda, quais as suas limitações e tudo o que você vai precisar para alcançar a meta que traçou.

A propósito, se você estiver precisando de uma ajudinha nos estudos, vale a pena conferir os nossos cursos preparatórios, ministrados pelos melhores professores, com dicas determinantes para a hora da prova.

 

2 – M de Mensurable (Mensurável)

Nesta etapa, você deve definir o que gastará de tempo e dinheiro para atingir resultados, deixando claro o período necessário para cada um deles.

Por exemplo, se você tem alguma disciplina que é o seu “verdadeiro calo”, certamente vai precisar de uma dedicação maior. Divida bem a sua carga horária para que dê tempo de se preparar bem e dominar todos os assuntos que constam no edital, antes da data da prova objetiva.

Se tiver dificuldade para realizar a divisão de tempo e estudos, a Ad Verum pode ajudá-lo, propondo um plano de estudos especialmente para você.

 

3 – A de Attainable (Alcançável)

É preciso saber que quando se traça uma meta inalcançável, a frustração será o resultado. Já que não é isso que você quer, é bom sonhar mantendo os pés no chão. Isso não quer dizer que você não possa traçar grandes metas, apenas que elas precisam ser palpáveis, possíveis de serem atingidas.

Por exemplo, se você quer dar todo o gás nos estudos depois que saiu o edital, tudo bem. Inclusive, é um ótimo plano. Só não invente de planejar 20 horas de estudo por dia porque é algo humanamente impossível.

 

4 – R de Relevant (Relevância)

Este é um momento de reflexão. Depois de ter alcançado a meta que você traçou, vai sentir que tudo valeu a pena? Haverá impacto positivo na sua vida e na das pessoas a sua volta? Se as respostas forem sim, vá em frente!

Por exemplo, se o seu sonho é passar num concurso do TJ MG para serviços de notas e de registros e isso mudará a sua vida e a de quem você ama, não deixe que os percalços o façam desistir.

 

5 – T de Time-related (Temporal)

Desta vez, o tempo volta a ser pautado, só que com maior ênfase. Aqui você vai determinar o tempo para cada um de seus passos dentro da sua meta com datas realistas.

Por exemplo, sabe aquela disciplina que você já identificou que tem maior dificuldade em entender os assuntos? Pois bem, determine um prazo para pesquisar a melhor forma de estudá-la, tanto em cursos para concurso como metodologia e horários de dedicação durante a semana. Quanto mais você postergar essas definições, mais distante você ficará de cumprir a sua meta. Então, comece a ser proativo o quanto antes!

COMENTÁRIOS