Juiz fará inspeção judicial em duas usinas de Alagoas - Portal de notícias CERS

Juiz fará inspeção judicial em duas usinas de Alagoas

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

O corte de cana está liberado nas usinas Santo Antonio S/A e Camaragibe, localizadas, respectivamente, nos Municípios São Luiz do Quitunde e Matriz do Camaragibe, no litoral Norte de Alagoas. Em audiência hoje (17), o juiz 10ª da Vara do Trabalho de Maceió (AL), Carlito Antônio Cruz, decidiu suspender a interdição concedida no último dia 13, mas determinou inspeção judicial nas duas empresas para próxima semana (dia 25).

O objetivo é verificar "in loco" as denúncias feitas pelo Ministério Público do Trabalho sobre as condições degradantes a que são submetidos os cortadores de cana. A inspeção foi sugerida pelo procurador do Trabalho Geraldo Emediato, integrante da força-tarefa do Ministério Público do Trabalho que, desde 22 de fevereiro, fiscaliza as usinas alagoanas.
A interdição está suspensa até a próxima audiência, marcada para o dia 27, às 10h, na 10ª Vara do Trabalho.

O MPT ajuizou ação cautelar, requerendo a interdição do corte de cana nas  usinas depois que a força-tarefa constatou inúmeras irregularidades no campo de corte e nos alojamentos. De acordo com as denúncias, o grupo empresarial descumpriu a norma regulamentadora (NR 31) do Ministério do Trabalho quanto aos itens de saúde e segurança.

Nas frentes de corte, as usinas deixaram de fornecer aos trabalhadores equipamentos de proteção individual (EPIs), água potável e marmitas térmicas. Além disso, as barracas sanitárias e os abrigos para descanso dos cortadores de cana são inadequados. Os veículos que transportam os trabalhadores também foram reprovados pela força-tarefa.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Procuradoria Regional do Trabalho da 19ª Região (Alagoas)

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS