Irregularidades na prova da PM do RJ serão apuradas pela Alerj - Portal de notícias CERS

Irregularidades na prova da PM do RJ serão apuradas pela Alerj

Por:
Atualizado em 04/09/2014 - 16:03

Após diversas denúncias e queixas sobre a organização do concurso da Polícia Militar do Rio de Janeiro, a Comissão de Segurança Pública e Assuntos de Polícia da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) afirmou que irá apurar as denúncias de irregularidades. Uma audiência pública será realizada na próxima terça-feira (9) para ouvir os representantes dos candidatos que se sentiram lesados.

As queixas       
Entre as reclamações, os concorrentes denunciaram a falta de fiscalização nos locais de prova, o uso indevido de celulares e também que o teste estava em desacordo com o edital.

No documento oficial de abertura do concurso, o conteúdo programático informava que a prova de informática cobraria conhecimentos do Microsoft Office – pacote de programas básicos de computador – de 2007. No entanto, os candidatos alegam que o exame exigia conhecimentos da versão 2013. A prova de história também teria tido questões sobre acontecimentos anteriores ao período publicado no edital.

Providências   
A própria instituição da Polícia Militar confirmou que dois candidatos foram expulsos do concurso por terem entrado com celular escondido e publicado imagens da prova nas redes sociais.

A comissão pretende convocar os donos da empresa Exatus, organizadora da seleção, para prestar esclarecimentos. Em seguida, serão ouvidos também representantes do Centro de Recrutamento e Seleção de Pessoal (CRSP) da Polícia Militar.

De acordo com a comissão que investiga as possíveis falhas no concurso, a conduta da empresa organizadora vem sendo questionada em concursos públicos nos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo e Alagoas, entre outros. O telefone 0800 022 0008 está disponível para recebimento de novas denúncias.

Uma cópia do relatório sobre os problemas ocorridos durante a prova será encaminhada ao Ministério Público, e a PM afirma que se forem comprovadas falhas, a companhia responsável será multada, de acordo com a Lei das Licitações.

Você também pode se interessar pelo seguinte conteúdo:

CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CONCURSOS DA POLÍCIA

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS