Irmãos gêmeos compartilham técnica e passam juntos no Exame de Ordem - Portal de notícias CERS

Irmãos gêmeos compartilham técnica e passam juntos no Exame de Ordem

Por:
Atualizado em 27/01/2016 - 11:02

Nem mesmo a ciência conseguiu desvendar ainda a forte conexão presente na relação entre irmãos gêmeos. Observando casos como o de Guilherme e Gustavo Sobreira é impossível não ficar, no mínimo, curioso com os rumos tão semelhantes que escolheram para suas vidas. Ambos são estudantes de Direito, estagiam no mesmo escritório de advocacia, são músicos e compartilham a administração de uma banda, se prepararam juntos para o Exame de Ordem e foram aprovados na mesma edição da prova da OAB. Você ainda duvida que exista uma sinergia inexplicável nessa relação?

Apesar de todo o mistério em torno dos univitelinos, a fórmula para aprovação desses dois foi simples: organização e foco. Entre viagens em turnê com a banda e noites acordados estudando no hall dos hotéis, os irmãos, sem tempo para encaixar mais nada na agenda – afinal, é de senso comum que conciliar a vida de músico, estudante e estagiário é missão nada fácil -, optaram por se preparar online para a prova da Ordem dos Advogados. A decisão pelo ensino a distância chegou por sugestão dos amigos, que já experimentavam e aprovavam o modelo de ensino.

Após a escolha do curso preparatório, ambos adotaram estratégias complementares especiais de estudo e distribuição do tempo, com cronograma pré-definido de vídeo aulas, além de formas proveitosas de curtir o tempo livre e controle emocional.  Sem vaidade ou egoísmo, Guilherme e Gustavo fazem questão de compartilhar suas táticas de planejamento com todos que pretendem prestar o Exame e contaram tudo para a nossa equipe, em entrevista exclusiva:

Gustavo e Guilherme SobreiraOrganização do tempo – “Sempre busquei seguir o cronograma à risca. Quando atrasava um dia compensava no outro, tentando nunca acumular matérias atrasadas. Como músico, tenho uma rotina bastante exaustiva, pois trabalho e estudo durante a semana e nos finais de semana e feriados viajo e estou sempre tocando. Disciplina deve estar presente em todos os momentos da preparação. Pessoas que não estão vivendo a mesma fase que você muitas vezes não entenderão e sempre estarão lhe convidando para as festas e dizendo que só aquele dia não irá mudar nada, mas, na verdade, muda, e muito”, diz Guilherme.

Preparação – Os irmãos frisam alguns diferenciais do curso online preparatório que os auxiliou na aprovação. “Os professores do CERS realmente desenvolveram um método eficaz para o ensino a distância, afinal, dar aula para as câmeras, sem os alunos na sua frente deve também ser uma tarefa que requer total aprendizado, como as formas de falar, gesticular e ensinar, já que o feed back do aluno não é ao vivo, o que torna totalmente importante sanar todas as dúvidas”, afirma Guilherme.

Já Gustavo lembra os eventos de revisão, que ele considera essenciais. “O Último Treino são aulas ao vivo, em tempo real, nas vésperas do exame sobre os assuntos mais pertinentes e que nos ajudam muito e dão aquele gás para que o aluno continue estudando mesmo depois de ter se desgastado meses até a data da prova. Ainda há a utilização pelos professores das redes sociais, como o Periscope, dando dicas diariamente para os alunos, tanto na primeira como na segunda fase”, indica o estudante.

Cobrança – “A autocobrança é fundamental e, por muitas vezes, ocorre até de forma exagerada por parte dos candidatos, afinal, mesmo ainda cursando a faculdade, este é o sonho de todo aluno de direito: passar na OAB de primeira e no quinto ano. No entanto, nunca se compare ao colega que tem todo o tempo livre, não trabalha e dispõe das melhores condições para o estudo, se compare e se espelhe àquele que trabalha o dia inteiro, muitas vezes ainda cuida da família, faz faculdade, e ainda conseguiu a aprovação”, sugere Gustavo.

O fato de ter um irmão gêmeo que o acompanhava em toda a preparação e com a mesma rotina de estudos fez Guilherme dobrar a cobrança sobre o seu próprio desempenho, afinal, temia ser comparado com o irmão. “Tentava afastar meus pensamentos sobre o dia da prova, buscava deixar que esse dia chegasse naturalmente. Tive que controlar o medo de ser comparado com o meu irmão para não me desesperar antes da prova”, explica.

Ansiedade – Gustavo, por ser muito calmo, não acreditava que a ansiedade poderia atrapalhar o desempenho de alguém no exame. “Porém, ao prestar o Exame de Ordem, percebi que a ansiedade se faz presente sim, e, caso não seja muito bem administrada, se é que este seria o termo correto, pode ser a nossa maior inimiga. A ansiedade ‘bateu’ no momento da prova, principalmente na segunda fase, onde eu repetia para mim que se havia chegado até ali não podia reprovar”, diz.

Medo – “Um dos sentimentos que mais move o ser humano é o medo. Fizemos do nosso medo a nossa força para lutar, estudar cada vez mais e alcançar a tão sonhada aprovação. Creio que o medo da reprovação foi o que nos fez estudar exageradamente para alcançar o resultado que obtivemos”, afirma Gustavo.  

Lazer – Quanto ao lazer, por incrível que pareça, os gêmeos ainda encontravam tempo para sair com os amigos. “Simplesmente buscava descanso mental daquela rotina exaustiva de estudos. Por isso eu saía, conversava e voltava cedo pra casa para no outro dia para começar também cedo os estudos. Estava focado e sabia que aquela ideia fixa faria toda a diferença. Além disso, enxergava o meu trabalho na banda como lazer, afinal, amo a música e, apesar de cansativo, me traz muito prazer”, contou Guilherme.

Você pode até não ter o mesmo DNA que esses dois, mas certamente tem um objetivo em comum que os une tanto quanto a relação de irmãos: a aprovação! Então, que tal seguir essas dicas? Depois conta para a nossa equipe o seu resultado! 

Alguns links que também podem auxiliar sua preparação:

PILARES OAB 

CURSO ONLINE TEÓRICO PARA A 1ª FASE 

PROJETO UTI – 60 HORAS DE REVISÃO INTENSIVA 

CURSO ONLINE DE RESOLUÇÃO DE QUESTÕES PARA OAB 1ª FASE         

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS