INSS divulga estatísticas finais do concurso - Portal de notícias CERS

INSS divulga estatísticas finais do concurso

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Postado por Ana Laranjeira      
Com informações do G1

A Fundação Carlos Chagas divulgou na noite desta terça-feira (24) novas listas de inscritos no concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para 1.875 vagas. No total são 916.219 mil inscritos, sendo 904.459 para 1,5 mil vagas de técnico do seguro social e 11.760 mil para 375 vagas de perito médico previdenciário. No caso dos deficientes, são 39 concorrendo para perito e 4.878 para técnico.

A fundação já havia divulgado na tarde de terça-feira listas de estatísticas de inscritos, mas os documentos foram retirados algumas horas depois para serem feitas correções.

No site da FCC é possível conferir 4 listas: duas de perito por gerência executiva e por agências de previdência social e duas de técnico também por gerência executiva e por agências.

A média é de 602.97 candidatos por vaga para o cargo de técnico e 31,36 candidatos por vaga para o posto de perito médico. O número de inscrições para técnico supera o do concurso realizado em 2008 para 1,4 mil vagas para o mesmo cargo – na época foram 499.322 inscritos ou 356,66 candidatos por vaga.

No estado de São Paulo são 137.221 inscritos para o cargo de técnico. Minas Gerais possui 88.942 candidatos, no Rio Grande do Sul são 70.072, no Paraná são 62.202. No Nordeste, o Maranhão contabilizou 47.677 e a Bahia 46.758 inscritos.

A aplicação das provas objetivas para o cargo de perito médico previdenciário está prevista para o dia 12 de fevereiro, no período da manhã, e para o cargo técnico do seguro social, no período da tarde.

As vagas do concurso são distribuídas nas Agências da Previdência Social nos 26 estados e Distrito Federal. No caso dos médicos, o salário chega a R$ 9.070,93. Para os técnicos, a remuneração alcança R$ 4.496,89 com gratificações e auxílio alimentação.

Para o cargo de técnico é exigido certificado de conclusão de curso de nível médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente. Para perito é exigido diploma de conclusão de curso de graduação de nível superior em medicina e registro regular no Conselho Regional de Medicina.

O candidato pode concorrer aos dois cargos, mas deverá optar pela mesma Gerência Executiva (cidade de realização das provas).

Para o cargo de perito médico previdenciário a seleção será realizada por meio de provas objetivas e de títulos; para o cargo de técnico do seguro social a seleção será realizada por meio de provas objetivas.

Para técnico serão aplicadas provas de conhecimentos gerais nas disciplinas de ética no serviço público, regime jurídico único, noções de direito constitucional, língua portuguesa, raciocínio lógico e noções de informática, além de prova de conhecimentos específicos, relacionados à legislação previdenciária.

Para perito as provas de conhecimentos gerais terão língua portuguesa, ética no serviço público, noções de direito constitucional e noções de direito administrativo. Haverá ainda prova de conhecimentos específicos.

Para ambos os cargos, as provas objetivas terão caráter eliminatório e classificatório, sendo considerados eliminados os candidatos que não obtiverem, no mínimo, cumulativamente, 30% de acertos na prova de conhecimentos gerais; 30% de acertos na prova de conhecimentos específicos; 40% de acertos no total de ambas as provas.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS