INSS anuncia organizadora até dia 30 - Portal de notícias CERS

INSS anuncia organizadora até dia 30

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

 

Postado por Ana Laranjeira      
Fonte: Folha Dirigida

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), até o fim deste mês, deverá anunciar a organizadora do novo concurso. A seleção será destinada ao preenchimento de 500 vagas de analista do seguro social, cargo cuja responsabilidade é avaliar os pedidos de concessão de benefícios dos segurados da Previdência Social.  O cargo exige o nível superior (em várias áreas) e proporciona rendimentos mensais de R$6.813,25, sendo R$4.511 de Gratificação de Desempenho de Atividades do Seguro Social (GDASS), R$1.187,27 de Gratificação de Atividade Executiva (GAE), R$742,02 de vencimento básico e R$373 de auxílio-alimentação.O edital do concurso será divulgado em maio, e as inscrições também serão abertas neste mês. O ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, e o presidente do INSS, Lindolfo Sales, confirmaram essas informações. O prazo para a publicação do documento dado pelo Ministério de Planejamento só encerra em agosto.

CLIQUE AQUI E PREPARE-SE COM O CERS PARA ESTE CONCURSO!

 O INSS ainda não informou por quais especialidades serão distribuídas as 500 vagas nem a lotação delas pelos estados. O diretor do Sindsprev-DF, João Torquato, informou que irá solicitar uma audiência com o diretor de Recursos Humanos do INSS, José Nunes, para pedir que o instituto adiante essas informações, uma vez que presidente da autarquia disse que elas somente viriam a público junto com o edital. O presidente do INSS informou que os aprovados tomarão posse imediatamente e que há a possibilidade de se convocar mais aprovados dentro do número inicial de vagas. “A negociação foi feita para as 500 vagas. O cenário, durante a vigência do concurso, é que poderá repercutir numa necessidade de uma solicitação adicional de excedentes.”

Concurso anterior   
Sob organização do Cespe/UnB, foi realizado em 2008 o último concurso para o cargo de analista do seguro social. Na ocasião, a seleção constou numa prova objetiva, composta por 150 questões.  O exame teve 50 questões sobre Conhecimentos Básicos (Português, Atualidades, Raciocínio e Noções de Informática), 30 sobre Conhecimentos Complementares (Ética no Serviço Público, noções de Direito Previdenciário, Administrativo e Constitucional) e 70 sobre Conhecimentos Específicos.  Contudo, para os candidatos à função de analista do seguro social, na especialidade de Direito, a distribuição das questões foi diferente. Nesse caso, houve 70 perguntas sobre Conhecimentos Básicos e 80 sobre Conhecimentos Específicos.

A aprovação esteve condicionada à obtenção de, pelo menos, dez pontos nas disciplinas básicas, seis nas complementares e 18 nas específicas e 45 no conjunto da avaliação. Mais uma vez, houve diferença nos critérios para os analistas, na especialidade de Direito. Quem concorreu à função teve que obter, no mínimo, 14 pontos em Conhecimentos Básicos, 20 nos Específicos e 45 no conjunto da avaliação.

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS