Expectativa para o concurso do Banco Central - Portal de notícias CERS

Expectativa para o concurso do Banco Central

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Ana Laranjeira

O Banco Central já escolheu o Cespe/UnB para organizar o concurso para o total de 515 vagas. A seleção é aguardada há tempos por concurseiros de todo país. São 400 vagas de analista (nível superior em várias áreas), 100 de técnico (nível médio) e 15 de procurador (nível superior em direito), com salários de R$ 4.917,28, R$ 12.960,77 e R$ 14.970,60, respectivamente.

Baseado em concursos anteriores, o CERS preparou uma grade especial de aulas para quem deseja aprovação nesta seleção. Revisão, resolução de questões, tira-dúvidas e muito conteúdo com a melhor equipe de professores do país. Aguarde mais notícias, em breve, no nosso site (www.cers.com.br).

Mais sobre o concurso     
O provimento dos cargos dependerá de prévia autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e está condicionado à existência de vagas na data da nomeação; e à declaração do respectivo ordenador de despesa sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.

De acordo com a portaria, a responsabilidade pela realização dos concursos públicos será do diretor de administração do Banco Central do Brasil, a quem caberá baixar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos.

O prazo para a publicação dos editais de abertura dos concursos públicos será de até seis meses, contado a partir da publicação da portaria, ou seja, até setembro deste ano.

Última seleção
O último concurso do Banco Central para técnico e analista foi realizado em 2009 para 500 vagas: 350 para analista e 150 para técnico. O concurso recebeu o total de 244.401 inscrições: 54.747 para analista e 189.654 para técnico. A banca organizadora foi a Cesgranrio.

O concurso teve duas etapas para ambos os cargos. No caso do técnico a primeira etapa teve prova de conhecimentos gerais, prova de conhecimentos específicos, avaliação de títulos e sindicância de vida pregressa. Para o cargo de analista a primeira teve prova de conhecimentos gerais, prova de conhecimentos específicos, prova discursiva, avaliação de títulos e sindicância de vida pregressa. A segunda para os dois cargos teve Programa de Capacitação, de caráter eliminatório, realizado em Brasília.

 

O último concurso para procurador também foi em 2009 e a banca organizadora foi o Cespe/UnB. O concurso teve prova objetiva, discursiva e oral, prova de títulos e curso de capacitação.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS