Estude com qualidade e se torne juiz do TJ/PE - Portal de notícias CERS

Estude com qualidade e se torne juiz do TJ/PE

Por:
Atualizado em 14/01/2015 - 13:34

Um dos cargos mais cobiçados da carreira jurídica é para magistratura. E o Tribunal de Justiça de Pernambuco abriu 50 vagas para o cargo de juiz substituto. As inscrições estarão abertas entre os dias 19 de janeiro e 19 de fevereiro no site da Fundação Carlos Chagas.

Para conquistar uma vaga, é preciso estudar muito. E com qualidade. O conteúdo da prova é extenso, e a proximidade da prova exige que os candidatos saibam priorizar os assuntos e dar o foco necessário a cada disciplina.

Por meio de um curso de resolução de questões, os candidatos podem rever os principais pontos do edital, tirar dúvidas e praticar seus conhecimentos de forma a antever como os assuntos podem ser cobrados na prova da FCC.

Com uma equipe de professores experientes em concursos e com atuação em carreiras jurídicas, o curso ainda oferece material de apoio, suporte técnico e canal de dúvidas.

Estudar sob a orientação de um cronograma criado especialmente para este certame, com aulas divididas em blocos de 30 minutos, e em um ambiente virtual, permite que o aluno otimize os seus resultados por meio de uma metodologia de ensino eficiente.

Estude com qualidade e obtenha o conhecimento e a segurança necessários para fazer uma excelente prova.

Aproveite valor promocional até o dia 06 de fevereiro!

CURSO PARA JUIZ SUBSTITUTO – TJ/PE (RESOLUÇÃO DE QUESTÕES)

 

TJ/PE

Os interessados no concurso do TJ/PE devem ter graduação em direito e, no mínimo, três anos de atividade jurídica. A remuneração inicial é superior a R$ 19 mil.

A seleção é composta por prova objetiva, discursiva, avaliação de sentença, prova oral e demais exames técnicos e investigações sociais. A primeira etapa está prevista para o dia 29 de março.

A oportunidade é excelente, pois também está prevista a formação de cadastro de reserva. “Apesar da oferta de 50 vagas, outros candidatos poderão ser convocados de acordo com a situação orçamentária do Poder Judiciário do Estado", explicou a presidente da Comissão do Concurso, desembargadora Daisy de Andrade Costa Pereira. Atualmente, há 200 cargos vagos no Estado.

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS