Em alta: Carreiras na Polícia ? Parte III - Portal de notícias CERS

Em alta: Carreiras na Polícia ? Parte III

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Ana Laranjeira

Começamos esta semana dando continuidade à série de matérias especiais sobre as carreiras na Polícia, Forças Armadas e Corpo de Bombeiros. Aproveitando o gancho do lançamento do concurso, o foco hoje é a POLÍCIA RODOVIÁRIA FEDERAL.

Na primeira matéria da série, divulgada na última quinta-feira (13) falamos sobre as funções e serviços prestados pela Polícia Civil à sociedade. Logo depois foi a vez da Polícia Militar. Em todas as matérias você também confere detalhes sobre os concursos destas instituições que estão andamento.

CONFIRA AQUI A Parte I DA NOSSA SÉRIE – Polícia Civil

CONFIRA AQUI A Parte II DA NOSSA SÉRIE – Polícia Militar

 

Confira agora detalhes sobre as carreiras na Polícia Rodoviária Federal e mais informações sobre o concurso aberto. 

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) é uma polícia federal, subordinada ao Ministério da Justiça, cuja principal função é combater os crimes nas rodovias e estradas federais do Brasil, assim como monitorar e fiscalizar o tráfego de veículos, embora também tenha passado a exercer trabalhos que extrapolam sua competência original, como a atuação dentro das cidades e matas brasileiras em conjunto com outros órgãos de segurança pública.

Suas competências são definidas pela Constituição Federal no artigo 144 e pela Lei nº 9503 (Código de Trânsito Brasileiro), pelo Decreto nº 1655, de 3 de outubro de 1995 e pelo seu regimento interno, aprovado pela Portaria Ministerial nº 1.375, de 2 de agosto de 2007.

O cargo de Policial Rodoviário Federal se divide em quatro classes: Agente, Agente Operacional, Agente Especial e Inspetor. Executa os serviços de fiscalização, policiamento e controle do trânsito, abrangendo, entre outras, as seguintes atividades: policiamento de semáforos, atendimento de ocorrências de trânsito, policiamento em eventos especiais, solenidades, escoltas em visitas de dignitários, festas populares, competições desportivas em vias públicas, instrução a escolares, escolta de veículos e de condutores.

Concurso

Brasília   
Na semana passada, o órgão abriu concurso para 71 vagas em cargos de nível médio e superior para o setor administrativo. As vagas são para Brasília. Os salários vão de R$ 2.364,47 a R$ 3.875,72.

São 3 vagas para técnico em assuntos educacionais, 1 para técnico de nível superior e 67 para agente administrativo. O cargo de agente administrativo exige nível médio. O cargo de técnico em assuntos educacionais exige graduação em pedagogia e o de técnico de nível superior exige graduação em qualquer área de formação.

O salário para agente administrativo é de R$ 2.364,47, podendo chegar a R$ 3.114,17, dependendo da avaliação de desempenho do servidor. Já para técnico em assuntos educacionais e técnico de nível superior é de R$ 2.671,22, podendo chegar a R$ 3.875,72, a depender da avaliação de desempenho do servidor. A jornada de trabalho dos cargos é de 40 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas das 10h do dia 20 de setembro até as 23h59 de 10 de outubro no endereço eletrônico http://www.cespe.unb.br/concursos/dprf_12_administrativo. As taxas são de R$ 55 para nível médio e de R$ 65 para nível superior.

O concurso terá duas etapas: a primeira terá prova objetiva de conhecimentos básicos, com 50 questões, e de conhecimentos específicos, com 70 questões. As provas serão realizadas no dia 18 de novembro, no período da manhã para cargo de nível médio e no da tarde para nível superior. A segunda etapa do concurso será composta de investigação social e/ou funcional. As provas objetivas, a investigação social e/ou funcional e a perícia médica dos candidatos que se declararem com deficiência serão realizadas na cidade de Brasília.

Na data provável de 9 de novembro, será publicado edital informando a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas.

Para os cargos de nível superior as disciplinas das provas de conhecimentos básicos são língua portuguesa, ética e conduta pública, raciocínio lógico e legislação relativa à PRF.

Já para o cargo de nível médio são língua portuguesa, ética e conduta pública, noções de informática, legislação relativa à PRF e noções de matemática.

A prova de conhecimentos específicos de nível médio terão noções de direito constitucional, noções de direito administrativo e noções de estatística. As provas de conhecimentos específicos para técnico de nível superior terão as disciplinas de direito constitucional, direito administrativo e administração pública e administração geral. Para técnico em assuntos educacionais são planejamento educacional e administração pública e administração geral.

Previsões
O Ministério do Planejamento deve autorizar, ainda este ano, concurso também para policial rodoviário federal, com 1.500 vagas. A diretora-geral do órgão, Maria Alice Nascimento, afirmou que “se tudo correr bem, a previsão é de 750 vagas para maio ou junho e mais 750 para novembro ou dezembro de 2013”.

De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Rodoviária Federal, a instituição irá convocar ainda este mês os 762 excedentes, cuja nomeação foi autorizada na última terça-feira, 11, para realizarem o curso de formação profissional. O aproveitamento de todos os excedentes do concurso, que já dura mais de três anos, possibilitará ao departamento a realização da nova seleção durante a validade da atual, que será de pelo menos um ano.

Até o dia 30 deste mês é também o prazo para a nomeação dos aprovados para as 750 vagas iniciais do concurso em andamento, para as quais o resultado final foi publicado no último dia 5. O Diário Oficial da União (DOU) da última quarta, 12, trouxe uma retificação do documento, com a inclusão de resultados e republicação da parte referente ao Estado da Bahia. De acordo com comunicado divulgado no último dia 12, os aprovados no curso de formação deverão indicar a preferência de lotação até as 23h59 do próximo dia 20, por meio de formulário no site da Cetro Concursos (organizadora).

Requisitos e remuneração   
O cargo de policial rodoviário federal é destinado àqueles que possuem o ensino superior completo em qualquer área e a carteira nacional de habilitação (categoria B ou superior). A remuneração é de R$ 6.108,95 no início da carreira, já com auxílio-alimentação de R$ 304. Há reajustes previstos para 2013, 2014 e 2015.

PRETENDE SE PREPARAR PARA ESTES CONCURSOS? CONFIRA AQUI OS CURSOS DE ALTO RENDIMENTO DO CERS!

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS