Editorial: O grito do povo - Portal de notícias CERS

Editorial: O grito do povo

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

O editorial “O grito do povo” foi publicado na edição de ontem (08) do jornal O Estado, do Ceará 

“Soterrada por escândalos graves e incessantes no primeiro escalão do governo federal, a sociedade brasileira deu, neste 7 de Setembro, uma prova inequívoca de sua força e de que já está saturada de tanta imoralidade pública e injustiça social. Em mais de 30 cidades espalhadas de norte a sul do País, a Marcha contra a Corrupção, um movimento que ocorre paralelamente aos desfiles oficiais, reuniu milhares de pessoas.

Somente em Brasília, a capital do Poder, cerca de 30 mil pessoas, a maioria organizada de forma espontânea, a partir das redes sociais na internet, foram às ruas exercer a sua cidadania e exigir das autoridades mais seriedade na condução do País. A lavagem simbólica promovida pelos manifestantes na fachada de alguns ministérios e na rampa do Congresso Nacional, deixa transparecer um sentimento constante de exaustão e ojeriza a tanta sujeira na vida política nacional.

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, comparou os protestos de rua com as Diretas Já, movimento civil de reivindicação por eleições presidenciais diretas no Brasil, ocorrido nos anos 1980, e com o impeachment de Collor, no começo dos anos 1990. De fato, ver tantas pessoas reunidas, a maioria jovens, indivíduos livres protestando contra administrações cada vez mais inchadas, ineficientes, corruptas e distantes das verdadeiras necessidades do povo, faz lembrar as grandes passeatas democráticas que marcaram a história do Brasil.

É preciso quebrar o silêncio anestesiante e gritar, sim, contra a impunidade que, cotidianamente, leva a desesperança a tantos brasileiros, levando-os a se afastar das grandes questões do País. É esta sensação de indiferença cívica e política que os protestos visam modificar, e esta legião de cidadãos demonstra que a população não aceita o crime e a corrupção como métodos de governo.”

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS