Edital do INSS quase pronto e deve ter 2.500 vagas - Portal de notícias CERS

Edital do INSS quase pronto e deve ter 2.500 vagas

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Joffre Melo

A ansiedade em torno do novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) pode ser atenuada em breve. Isso porque o edital com duas mil vagas de técnico e 500 de perito está praticamente pronto; faltam apenas alguns detalhes para finalizá-lo, de acordo com a assessoria de imprensa do Ministério da Previdência Social (MPS). A assessoria obteve as informações junto ao departamento de recursos humanos da instituição, que também garantiu a existência de cadastro reserva para os dois cargos no futuro processo seletivo.

O posto de técnico previdenciário requer nível médio; atualmente, o salário inicial para a carreira pode chegar a R$ 3.522,49, valor que inclui as gratificações. No caso dos peritos médicos, a exigência é o nível superior em medicina, além de registro no conselho regional da classe; a remuneração da categoria não foi especificada, mas em 2010 o vencimento era de R$ 4.149,89.

O edital continua previsto para ser lançado neste semestre, mas primeiro o Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG) precisa formalizar a autorização do concurso no Diário Oficial da União. Assim que for autorizado, em pouco tempo ocorrerá a divulgação do documento e as inscrições serão abertas, revelou a assessoria do MPS.

Embora o aval da ministra Miriam Belchior, responsável pela pasta do Planejamento, não tenha sido publicado nos veículos da imprensa nacional, a presidente Dilma Rousseff declarou que o instituto poderá realizar seleção pública. O anúncio foi feito em julho deste ano no Palácio do Planalto, mas, na ocasião, a presidente não mencionou número de vagas e cargos.

A assessoria do Ministério da Previdência Social informou que o INSS ainda não definiu a organizadora do processo seletivo, pois aguarda o sinal verde do MPOG.

O concurso pode ser considerado um dos mais esperados nos últimos meses. E não é à toa, afinal, o órgão tem como objetivo implantar mais 720 novas agências em todo o país até 2014. Algumas dezenas estão funcionando, porém, a maior parte das unidades não foi inaugurada devido à falta de servidores na instituição. Há, inclusive, agências totalmente equipadas que mantêm as portas fechadas por conta desta carência (decorrente de aposentadorias, falecimentos e exonerações), estimada em dez mil funcionários.

A contratação dos 2.500 profissionais tem caráter de urgência e a nomeação do novos colaboradores está prevista para março do ano que vem. O instituto necessita que muitas outras oportunidades sejam liberadas, mas a iminente autorização já é um passo importante. Em agosto deste ano, o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, chegou a anunciar em seu Twitter que o edital para técnico e perito sairia no mês de setembro, mas logo em seguida se manifestou dizendo que não divulgaria mais informações sobre a seleção no microblog.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS