Correios adiam provas objetivas - Portal de notícias CERS

Correios adiam provas objetivas

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Continua a novela mexicana da prova objetiva dos Correios, marcada para 28 de novembro. A empresa informou que as avaliações que seriam aplicadas neste mês ficam adiadas por conta da decisão judicial em caráter liminar que corre na Justiça Federal de Brasília.

Tudo começou quando o contrato com a Fundação Cesgranrio, empresa responsável por promover a seleção, foi cancelado pela Justiça. A alegação foi de que a organizadora estava na “lista de propina” apreendida nas investigações criminais do “Caso Correios”, deflagradas no primeiro semestre de 2005 a partir do escândalo do então chefe do Departamento de Administração da estatal, Maurício Marinho.

A ECT afirmou ainda que entrou com recurso contra a liminar, e que ele já está sendo analisado pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região. Como o caso ainda não foi julgado e não há tempo para que a decisão saia antes da data marcada para a aplicação, a empresa decidiu adiar os exames para que não haja mais problemas no concurso.

Apesar de ter de enfrentar mais um capítulo desta novela, os candidatos podem ficar aliviados: a ECT se comprometeu a devolver as taxas de inscrições para os candidatos que quiserem desistir do processo seletivo. As datas serão divulgadas posteriormente pela instituição, segundo nota publicada recentemente.

No dia 4 de novembro, os Correios disseram à equipe do CorreioWeb que estavam determinados a manter as provas do concurso, mesmo com todo o impedimento judicial. Na ocasião, a empresa alegou que não modificaria as datas das avaliações até que o recurso contra a liminar fosse julgado pelo TRF da 1ª Região.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS