Concurso para Ministério da Fazenda deve ser autorizado este mês - Portal de notícias CERS

Concurso para Ministério da Fazenda deve ser autorizado este mês

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

 

Por Ana Laranjeira       
Com informações da Folha Dirigida                  

Ontem, a Folha Dirigida publicou em seu site uma informação interessante para quem espera o concurso do Ministério da Fazenda. Segundo fonte ligada ao processo de negociação dos concursos solicitados pela pasta, a expectativa é de que o Ministério do Planejamento autorize ainda neste mês de abril a abertura de seleção para auditor-fiscal, analista-tributário (ambos de nível superior) e assistente técnico-administrativo (de nível médio).

Ainda de acordo com a fonte, o Planejamento já apresentou uma proposta de oferta de vagas, que está passando por ajustes para melhor atender à necessidade do Ministério da Fazenda. A quantia será inferior à solicitada pelo ministério.

Para os cargos de auditor-fiscal e analista-tributário, da área fiscal da Receita Federal, foram pedidas 2.260 vagas (1.210 para auditor e 1.050 para analista). Em entrevista concedida em dezembro do ano passado, a secretária de Gestão Pública do Planejamento, Ana Lucia Brito, afirmou, no entanto, que o mais provável é que sejam liberadas 850 vagas ao todo.

O quantitativo, segundo informou na ocasião a secretária, seria distribuído pelos dois cargos e ainda pela função de analista técnico-administrativo. Esse último, no entanto, não deverá ser incluído nesta oportunidade. A solicitação para o cargo foi de 90 vagas.

Já para assistente técnico-administrativo, cujo pedido foi de 2.500 vagas, Ana Lucia garantiu à época que será autorizada, pelo menos, a quantidade de vagas necessária à substituição dos terceirizados irregulares que atuam na pasta (há 463, conforme consta em acordo com o Ministério Público do Trabalho).

Requisitos e vencimentos
Para auditor e analista da Receita, é exigido o ensino superior completo em qualquer área, enquanto que para assistente a escolaridade mínima necessária é o ensino médio completo. As remunerações iniciais oferecidas são de R$13.904 (auditor), R$8.300 (analista) e R$2.690,02 (assistente), já com auxílio-alimentação de R$304.

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS