Como estudar para o concurso do TJ MG? - Portal de notícias CERS

Como estudar para o concurso do TJ MG?

Por:
Atualizado em 24/08/2016 - 16:58

concurso-tj-mg-dicas-estudoTribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais já definiu a banca organizadora do seu próximo certame: a Consultoria e Planejamento em Administração Pública (Consulplan).

A seletiva vai oferecer vagas para os cargos de Oficial de Justiça e Oficial de Apoio Judiciário. As carreiras exigem formação de nível médio, com remuneração inicial de R$ 3.238,54.

 

Disciplinas

A prova objetiva deverá ser composta por 80 questões, sendo 20 de Língua Portuguesa, 15 de Noções de Informática, 20 de Noções de Direito e 25 de Atos de Ofício, que abrangem vários assuntos.

Com essas informações prévias, até a divulgação do edital, o mais indicado é que os concurseiros estudem as seguintes disciplinas:

– Língua Portuguesa

– Informática

– Direito Administrativo

– Direito Constitucional

– Direito Penal

– Direito Processual Penal

– Direito Civil

– Direito Processual Civil

– Legislação Especial

 

A disciplina de Língua Portuguesa possui um peso importante na prova, pois 25% da prova correspondem ao conteúdo da matéria.

 

Cronograma de estudos

1. Tempo disponível

Antes de iniciar o cronograma, você precisa identificar quanto tempo disponível você dedicará aos estudos. Lembre-se de contabilizar as horas para o trabalho, as atividades de casa, academia, refeições e deslocamentos. Seja sincero e não tente colocar no cronograma horas de estudo pela madrugada se você não vai conseguir cumprir. Reserve um dia da semana para descansar.

2. Ritmo de estudo

Vá no seu ritmo, mas com compromisso e dedicação. Mas importante do que estudar um longo período seguido, é manter o hábito de estudar todos os dias, sem faltas. Imprevistos acontecem, mas não se deixe levar pela desculpa: “no final de semana eu compenso”.

3. Matérias

Por mais que você goste de português, não deixe para estudar uma única matéria por dia. O ideal é intercalar os conteúdos para não desmotivar, nem acabar deixando as matérias que não gosta de lado.

4. Pausas

Não adianta querer estudar tudo de uma vez para acabar o estudo mais rápido. Mais importante do que o tempo de estudo é o aproveitamento do conteúdo em aprendizado. Por isso, faça pausas de 15 minutos a cada hora estudada.

5. Revisão periódica

Faça uma revisão semanal dos principais assuntos estudados. Não espere acabar todo conteúdo da matéria para revisar. Essa deve ser uma prática constante. Antes de iniciar um novo tópico, leia suas anotações do último assunto estudado sobre a matéria para ir resgatando e construindo o aprendizado. A cada mês, você pode fazer uma revisão geral.

6. Cursos online

Você quer começar a estudar, mas não sabe por onde começar ou se sente desmotivado por falta de um cronograma de estudos e organização de conteúdos? Neste caso, a melhor estratégia pode ser um curso online. Assim, você começa a estudar com a carga horária e assuntos indicados por professores experientes em certames na área e ainda pode tirar dúvidas quando quiser.

 

Você pode se interessar por:

CURSO INTENSIVO PREPARATÓRIO PARA O TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE MINAS GERAIS – TÉCNICO JUDICIÁRIO (ÁREA JUDICIÁRIA)

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS