Como escolher uma carreira profissional - Portal de notícias CERS

Como escolher uma carreira profissional

A escolha de uma profissão é uma decisão importante para um futuro promissor.

Por:
Atualizado em 24/06/2019 - 14:00
Como escolher uma carreira profissional

Para os que desenvolveram aptidões e afinidades durante a infância e adolescência, escolher uma carreira profissional poderá ser uma decisão simples de ser feita. Entretanto, nem todos conseguem fazer essa escolha de uma maneira tão natural como pode ser.  Você sabe como escolher uma carreira profissional? Se você não sabe, não se preocupe, nessa matéria, você entenderá mais como se orientar para tomar essa decisão.

Escolher um ofício  para “chamar de seu” implica em vários fatores importantes na vida de um indivíduo. A escolha  vai influenciar de forma direita mudanças a serem realizadas a longo prazo que envolvem despesas, tempo e controle emocional.

Ao realizar essa decisão sem refletir o impacto que ela terá na sua vida, você pode acabar passando por momentos de angústia, desespero e o sentimento de insuficiência na execução de qualquer atividade profissional.

Uma pesquisa realizada pela Universidade Anhembi Morumbi, revelou que metade dos jovens escolhem a carreira sem conhecer a profissão, o estudo aponta que 27% dos estudantes entrevistados têm dúvidas sobre o mercado de trabalho. Assim, percebe-se parcela significativa da população não sabe como escolher uma carreira profissional.

Por existir esse obstáculo, listamos aqui fatores que você deverá considerar para saber como escolher  uma carreira profissional:

1. Autoconhecimento

Existe um aforismo bastante utilizado no estudo da filosofia socrática que é o “conhece-te a ti mesmo”. Esse termo  é um referencial para quem busca se conhecer melhor. Para realizar a escolha de uma profissão compatível com o seu perfil, o primeiro passo é fácil: saiba quem você é e quais são suas ambições.

Faça uma reflexão de toda a sua vivência como estudante, sendo amigo e experiências familiares. Pense quais são os seus objetivos, áreas em que você possui um maior interesse e quais são suas expectativas de vida. Parece algo simples, mas esse questionamento fará com que você tenha ciência dos seus anseios, assim, ficará mais descomplicado escolher uma carreira.

A partir do momento em que você sabe quais são suas limitações e habilidades, será mais célere saber como escolher sua carreira profissional.

2. Preferências

Do que você gosta? Na busca por uma profissão a ser seguida, você precisa pensar se é algo do seu interesse. Exercer uma ocupação que não seja do seu agrado, no mínimo, será muito frustrante e engendrar uma desmotivação pessoal.

Não existe uma atividade laboral que seja perfeita, contudo, trabalhar com áreas em que você possui interesse ou afinidade será mais fácil para lidar com os dilemas cotidianos do seu cargo.

3. Conheça as áreas

Obter informações sobre os cargos é imprescindível para realizar uma escolha consciente. Tente pesquisar sobre as profissões, planos de carreiras, subsídios e como a profissão é reconhecida no mercado de trabalho.

Tendo ciência de como são as áreas de atuações e todas as especificações de cada área, será mais fácil identificar o âmbito em que você tem pretensões de fazer parte da classe profissional.

4. Crise no mercado de trabalho

O cenário de oportunidades no mercado de profissões deverá ser avaliado para que você faça uma escolha inteligente. Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, o número de brasileiros que procuram empregos cresceu para 153% desde 2015.

Nesse contexto, saber selecionar uma carreira que possibilite que você tenha diversas áreas de atuação é fundamental para ter um destaque na largada pelos melhores cargos nas corporações contratantes.

5. Subsídios

Não tem como seguir uma profissão sem pensar no retorno financeiro. Na escolha de uma carreira profissional, você deverá pensar nos benefícios financeiros que a sua decisão poderá te proporcionar. Ter uma noção de quanto será o seu subsídio poderá ser fundamental para os seus anseios para o futuro.

Qualidade de vida e estabilidade econômica são cobiças que devem ser pensadas no momento da sua decisão, assim, com base nesses interesses, será mais fácil relacionar as opções de carreiras possíveis para você.

6. Testes vocacionais

Se mesmo após conhecer todas as carreiras do seu interesse, você ainda não souber como escolher uma carreira profissional, sempre é possível realizar um teste vocacional.

Com questões elaboradas por psicólogos, o teste vocacional utiliza como forma de obter o resultado um sistema de pontos somados com as respostas dadas nas perguntas, assim, a ferramenta  cria um perfil com base nas respostas.

Lembre-se, de um modo geral, o teste vocacional é superficial e não conhece as particularidades de cada pessoa. Logo, nem sempre o resultado será certeiro, o ideal mesmo é que se você está com dificuldades para escolher uma carreira procure um profissional para fazer um exame mais confiável.

7. Escolha definitiva

Um erro de quem está selecionado qual carreira deve seguir, é acreditar que ela será para sempre. Escolher uma profissão é um processo que deve ser realizado com paciência e calma, entretanto, lembre-se: não é algo que seja imutável.

Se você escolheu uma profissão, mas acredita que não é para você, não tenha medo de mudar para outra. Você não precisa seguir uma única carreira em toda sua vida, se for preciso, mude.

O mercado de trabalho está em constante mudanças. Logo, não é preciso achar que essa escolha deverá ser seguida por toda sua vida laboral. Um profissional que seja dinâmico e que seja adaptável às exigências das instituições contratantes, sairá na frente na busca por oportunidades.

8. Influência dos amigos e familiares

Família e amigos são pilares importantes de muitas pessoas na hora de tomar uma decisão. É comum que você peça conselhos e recomendações dos mesmo, todavia, não devem ser as únicas recomendações a serem ouvidas.

Seus parentes e as amizades mais próximos nem sempre sabem quais são os seus objetivos. Por isso, para evitar frustrações, se for necessário,  é recomendável que você ouça profissionais que já atuem na área ou procure a ajuda de um profissional especializado que possa sanar suas dúvidas.

9. Remuneração

Com os altos custos da vida moderna, é comum que o retorno financeiro seja o que mais atrai o interesse de quem vai ser inserido no mercado profissional ou quem busca mudanças.

De fato, remuneração é algo importante. Contudo, não deve ser o maior critério a ser pesado na balança na hora da sua escolha, se você não possuir afinidade com a atividade da profissão, o retorno financeiro não irá compensar o estresse gerado pelo ambiente laboral.  

10. Faça sua decisão com calma

Fazer essa escolha pode não ser fácil, então faça no seu tempo e com cautela. Por ser uma decisão de peso para sua vida, não tenha pressa, leve o tempo que for necessário, já que o seu desenvolvimento como profissional dependerá da sua escolha.

Feito isso, a escolha deve ser mais compatível com o seu perfil. Se for o que você almeja, alcançar o sucesso será apenas uma questão de tempo.

Falando em carreira profissional

Agora que você já sabe como escolher uma carreira profissional, já pensou em fazer uma especialização? Conheça a  pós-graduação da Faculdade CERS que oferece o ensino de qualidade que você precisa para atingir seu êxito profissional, venha fazer parte do nosso time de alunos.

 

Quer obter mais informações sobre a Pós-graduação CERS? Clica no link! 👇

QUERO UM ATENDIMENTO EXCLUSIVO

COMENTÁRIOS