Como escolher um concurso? - Portal de notícias CERS

Como escolher um concurso?

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Ana Laranjeira

Com vários benefícios e atrativos, os concursos públicos estão na onda da vez. Mas concurseiros de primeira viagem ainda encontram dificuldade na hora de escolher qual concurso se inscrever, afinal de contas, é um investimento para a vida inteira. A colunista do G1, Lia Salgado, dá dicas para quem está começando agora e necessita de um empurrãozinho. Confere só!

Por Lia Salgado       
É comum os candidatos ficarem perdidos sobre como começar e como saber qual concurso vai mesmo acontecer e quando. Os editais não têm data certa para serem publicados e é difícil prever qual deles vai sair primeiro. Por isso mesmo, o mais indicado não é fazer a preparação a partir do edital, mas antecipadamente, a partir de matérias básicas. Assim, a demora na liberação de um concurso para quem está realmente estudando representa tempo extra de preparação.

Para a realização de um concurso é necessário o cumprimento de algumas etapas: pedido de autorização ao Ministério de Planejamento ou órgão similar para concurso estadual ou municipal, se o concurso for para o executivo, concessão de autorização com informação do número de vagas, escolha da instituição organizadora (que vai também elaborar e corrigir as provas), publicação do edital, aplicação das provas, correção das provas, recebimento e análise de recursos, gabarito finais, classificação dos aprovados, homologação do concurso. A partir daí, inicia-se a contagem do prazo de validade do concurso – que é o prazo para que os candidatos aprovados dentro das vagas sejam nomeados/contratados e também, se surgirem mais vagas, candidatos em cadastro de reserva.

Entendido isso, e sabendo que a concorrência é grande, como vencer a corrida por um cargo público?

1) Escolha uma área       
São muitos concursos acontecendo ao mesmo tempo. Por isso, é importante escolher uma área e focar os estudos ali, aproveitando que existe um grupo de matérias que é comum a cada área. Isso permite ao candidato estudar mesmo quando não há edital publicado e aproveitar o conhecimento de um concurso para outro, no caso de eventual reprovação. Estar bem preparado no núcleo de matérias comuns deixa o candidato em grande vantagem de competição, porque precisará apenas incluir poucas disciplinas específicas a cada novo edital.

Mas, para escolher a área, é importante considerar alguns aspectos, além da faixa salarial: é preciso ter alguma afinidade com a atividade que será exercida, porque aquele será o seu trabalho. Além disso, para quem não pode sair da cidade ou estado onde mora, é relevante observar para onde são as vagas oferecidas.

2) Comece agora a estudar     
É preciso iniciar os estudos já, antes da divulgação do edital desejado. Isso porque o prazo entre a publicação do edital e a data da prova não costuma ser muito maior do que dois meses – tempo insuficiente para estar em boas condições frente a tantos conteúdos.

3) Organize sua rotina    
Quem decide concorrer a um cargo público deve criar um tempo de estudo na sua rotina semanal, mas que não comprometa a saúde e o bem-estar – a aprovação pode levar alguns meses ou até anos e o candidato precisa de equilíbrio para alcançar a faixa de chegada.

4) Planeje os estudos     
Verifique as matérias básicas da área escolhida e faça um planejamento mensal com dias e horários para estudar cada uma.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS