Câmara trabalha para lançar um novo concurso público - Portal de notícias CERS

Câmara trabalha para lançar um novo concurso público

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Postado por Ana Laranjeira      
Fonte Correio Braziliense

Depois de passar quatro anos sem lançar seleções, a Diretoria Geral da Câmara dos Deputados juntamente com o Departamento de Recursos Humanos da Casa atualmente realizam um estudo para identificar as áreas de carências para lançar um novo concurso público para servidores. A última seleção da Câmara ofereceu 212 vagas e teve a validade expirada em 2010. “De lá pra cá muita gente se aposentou e agora a Câmara precisa de um reforço no quadro de profissionais”, informou a assessoria de imprensa da Casa.

O fato é que já existe um Projeto de Lei (PL 2.167) que prevê a criação de 100 vagas para a área de Segurança nos cargos de agente de polícia (nível médio) e delegado de polícia (nível superior em Direito), no entanto, outras carreiras também devem ser contempladas.

De acordo com a assessoria de imprensa da casa, não há como prever quando o concurso vai ser lançado. E pelo que tudo indica, o processo é longo e demorado. “A proposta de criação de cargos é delicada, porque envolve aumento de despesa. O projeto ainda teria que ser votado e aprovado na Câmara e no Senado para que entrasse em vigor”. Sem mencionar o processo de formação de comissão organizadora, elaboração de edital e contratação de banca específica.

Última seleção   
O último concurso para provimento de cargos na Câmara dos Deputados previa funções de analista e técnico legislativos, que exigem níveis superior e médio, respectivamente. Foram reservadas oportunidades para técnicos em material e patrimônio (12), técnico em informática legislativa (20), bibliotecário (14), arquivista (6), nutricionista (2), assistente administrativo (90), médico de emergência (3), médico do trabalho (1), ortopedista (1), clínico-geral (2), psiquiatra (1), odontólogo (1), taquígrafo legislativo (10), publicitário (5), relações-públicas (8), jornalista de rádio (3), jornalista de televisão (2), jornalista de veículo impresso (8), enfermeiro (4), contador (7), analista de recursos humanos (20), agente de polícia legislativa (12) e agente de serviços legislativos (5).

De acordo com os editais de 2007, as remunerações variavam entre R$ 3.252,22 a R$ 9.008,12. Os processos seletivos foram organizados pela Fundação Carlos Chagas.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS