Código de ética do Black Friday: preços sem enganação - Portal de notícias CERS

Código de ética do Black Friday: preços sem enganação

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Ana Laranjeira

A Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (Camara-e.net) criou um código de ética para a versão 2013 do Black Friday (tradição do comércio americano importada pelo Brasil e que oferece produtos e serviços com grandes descontos). A intenção é incentivar as lojas do comércio eletrônico a adotar boas práticas nas vendas.

Críticas de consumidores que tentaram aproveitar a promoção em 2012 apontaram empresas que “maquiavam” os preços. Ou seja, dias antes do evento aumentavam os preços dos produtos para reduzi-lo na Black Friday.

O presidente-executivo do Busca Descontos, Pedro Eugenio, que trouxe o evento para o Brasil e idealizou o código, afirma que agora os sites que aderirem ao código mostram que se comprometem a fazer um Black Friday “decente, com informações corretas, claras e precisas sobre as promoções”, diz.

A listagem de empresas participantes este ano foi analisada por um conselho, que considerou se as instituições seguem as normas atuais do comércio eletrônico e avaliou os históricos de reclamações de cada uma. As empresas aprovadas podem ser identificadas com o “Selo Black Friday Seguro” (que identifica a adesão ao código). O selo vai mostrar o comprometimento da loja de atuar de forma transparente.

“É uma forma de separar as empresas boas das ruins”, disse Eugênio.

Saiba mais sobre a Black Friday 
A Black Friday acontecerá na sexta-feira, dia 29, e terá duração de 24 horas. Ao menos 120 empresas estão no site oficial do evento.  O site (blackfriday.com.br) reúne as ofertas dos sites participantes, separando os itens por categoria.

Ao escolher e clicar no item que deseja, o consumidor é direcionado para o site da empresa, onde fará o pagamento do produto. Assim, as formas e as condições de pagamento dependem do site que está comercializando o produto.

 

Confira AQUI a lista das empresas que possuem o “Selo Black Friday Legal” 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS