Caixa define empresa organizadora de concurso para Engenheiro e médico - Portal de notícias CERS

Caixa define empresa organizadora de concurso para Engenheiro e médico

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Joffre Melo

Fonte: JCConcursos.

A Fundação Carlos Chagas será a organizadora do concurso que a Caixa Econômica Federal vai realizar neste ano para as carreiras de engenheiro civil e médico do trabalho. A informação foi publicada na edição desta terça-feira (5) do Diário Oficial da União. As vagas serão disponibilizadas nos pólos cujos cadastros de reserva já se esgotaram e naqueles não previstos nos editais dos concursos vigentes, informou a assessoria de imprensa do órgão.

Para concorrer ao cargo de engenheiro civil, o candidato deve possuir nível superior em engenharia civil e registro no conselho de classe. Com jornada de trabalho de 40 horas semanais, a remuneração é de R$ 7.734.
A função de médico do trabalho exige graduação em medicina, registro no conselho de classe e especialização na área. O salário inicial é de R$ 5.801 para jornada de trabalho de 30 horas semanais. O profissional atua em programas de medicina e segurança do trabalho e prevenção e assistência à saúde, visando preservar a saúde e a integridade física e mental dos empregados.

Os aprovados ainda contam com benefícios como auxílio-alimentação/refeição e cesta-alimentação, participação nos lucros e nos resultados, plano de saúde, plano de previdência complementar, auxílio-transporte e incentivo à continuidade de estudos acadêmicos e pós acadêmicos.

As últimas seleções contaram com as etapas de provas objetivas e discursivas (engenheiro), além de avaliação de títulos e exames médicos admissionais.

Para médico do trabalho, o último processo seletivo foi organizado pela Fundação Cesgranrio e teve edital divulgado em dezembro de 2011. Na ocasião, o objetivo foi a formação de cadastro reserva nos Estados do Pará, Paraná, Goiás, Pernambuco, Rio de Janeiro, além do Distrito Federal. Os exames contaram com questões de conhecimentos básicos (língua portuguesa, informática, ética e atualidades) e específicos (conhecimentos médicos gerais; medicina do trabalho e saúde do trabalhador; legislação específica; e auditoria médica e plano de saúde).

Já para engenheiro na área civil, o último certame foi no ano passado e formou cadastro reserva para todas as regiões do país. A organização também coube à Fundação Cesgranrio. As avaliações continham questões de conhecimentos gerais (língua portuguesa, noções de informática, matemática, noções de direito e ética) e específicos.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS