Banco Central: 80% das vagas são para Brasília - Portal de notícias CERS

Banco Central: 80% das vagas são para Brasília

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Por Ana Laranjeira

Das 500 vagas provavelmente oferecidas no esperado concurso do Banco Central, 80% delas serão destinadas à sede da autarquia, em Brasília, informaram interlocutores do Departamento de Gestão de Pessoas (Depes) do órgão. Entre as demais capitais, apenas São Paulo e Belém estão com vagas garantidas na seleção, e a eventual destinação de vagas para outras praças ainda está sendo discutida.

A chefe do Depes, Nilvanete Ferreira da Costa, confirmou que os candidatos escolherão onde desejam trabalhar já no ato da inscrição. Ainda de acordo com fontes ligadas à diretoria do banco, o edital para técnico e analista deverá ser divulgado até o dia 15 deste mês, com probabilidade de provas para outubro (dia 13 ou 20).

Preparação     
Pensando em quem visa aprovação neste concurso, o CERS está elaborando uma grade exclusiva de cursos preparatórios para o certame. O objetivo é revisar todo o conteúdo cobrado no edital, com dicas, resolução de questões e aulas teóricas com os melhores professores do Brasil. Fique atento ao site www.cers.com.br para saber mais novidades.

Mais sobre concursos do BC            
Com informações da Folha Dirigida – Para esta seleção, serão 100 vagas de técnico (nível médio; remuneração inicial de R$5.531,23, incluindo auxílio-alimentação, de R$373) e 400 vagas de analista (superior; R$13.968,85). A nomeação dos aprovados está prevista para o primeiro trimestre do ano que vem.

Procurador – A seleção para as 15 vagas no cargo de procurador (bacharelado em Direito e pelo menos dois anos de prática forense; R$16.092,13) será nacional, com os aprovados indo, na maior parte, para a Brasília, como também afirmou em entrevista o procurador-geral do BC, Isaac Sidney Menezes Ferreira. O edital para o cargo será igualmente divulgado nas primeiras semanas deste mês. Isso porque o banco está preocupado em homologar os concursos antes do período eleitoral, que começa no dia 5 de julho do ano que vem, para poder admitir os aprovados ainda em 2014. Na última seleção para procurador, em 2009, foram necessários cerca de dez meses para homologar o resultado do concurso.

 

Etapas – Sendo mantido o modelo do último concurso (2009), a nova seleção para técnico e analista será composta por provas objetivas, prova discursiva (apenas para analista), avaliação de títulos (dependendo da área de atuação), sindicância de vida pregressa e programa de capacitação. Para procurador, já está certo que haverá prova objetiva, três exames discursivos, prova oral e avaliação de títulos, sindicância de vida pregressa e curso de formação, conforme portaria publicada em abril deste ano. No último dia 31, foi confirmado também que as provas para o cargo serão aplicadas nas dez capitais com unidades do banco. Sobre a previsão de divulgação do edital, foi dito apenas que há prazo até o dia 25 de setembro, conforme a portaria do Ministério do Planejamento que autorizou a seleção.

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS