Balanço da 1ª fase da OAB XVIII - Portal de notícias CERS

Balanço da 1ª fase da OAB XVIII

Por:
Atualizado em 30/11/2015 - 18:43

A Mesa Redonda reuniu os professores especialistas em Exame de Ordem se reuniram para correção imediata da prova da 1ª fase. Confira, abaixo, o balando geral de cada disciplina e as questões passíveis de recurso.

Estatuto e Ética (Profº Pauio Machado)

“As questões de Ética foram dentro do esperado, no entanto, foram bem cansativas. Enunciados extensos, algumas até com a redação não muito claras, mas foi dentro do esperado. Tivemos questões de Direitos do Advogado; Incompatibilidade, mas em relação aos

Estagiários; Processo Disciplinar; Honorários Advocatícios; Deveres do Advogado.”

Recurso: Questão 9 (prova azul)

“Eu tive que ler muitas vezes para entender o enunciado, no qual teve alguns erros de português e um de sociedade civil, que nem existe mais segundo o Novo CPC.”

Filosofia do Direito (Profº Bernardo Montalvão)

“Nossa prova de filosofia foi mediana. Cobrou autores já esperados, que foram altamente trabalhados em sala de aula.”

Direito Constitucional (Profª Flavia Bahia)

“Eu achei a prova de Constitucional razoável. Questões trabalhadas em sala, algumas dicas oferecidas na reta final da preparação. Tivemos questões de Executivo, Organização do Estado, Eleições Indiretas para Presidente da República e Controle de Constitucionalidade.”

Direitos Humanos

“Fiquei feliz em ver uma questão de Humanos que tratava do incidente de deslocamento de competência. Acredito que eu tenha abordado em todas as minhas revisões o artigo 109, parágrafo 5º da Constituição”.

 Direito Internacional (Profº Bruno Viana)

“Na prova de internacional, a banca foi um pouco inclinada apenas ao Direito Internacional privado, não abordando o Direito Internacional público. A prova teve questões sobre carta rogatória e lei aplicável, temas esses que foram trabalhados ao longo do nosso curso regular da OAB”.

Direito Tributário (Profª Josiane Minardi e Eduardo Sabbag)

“Na parte de Tributário, vimos que a prova foi boa. Das questões, quatro estavam na constituição referente ao Direito Tributário Constitucional e uma delas estava no CTN. Tudo estava dentro do esperado. Aliás, uma das questões veio de graça; a que falava da seletividade do IPI, que nós vimos, batemos, falamos que o IPI deve ser seletivo”.

Direito Administrativo (Profº Matheus Carvalho)

“Para quem se preparou, a prova de Administrativo estava bem razoável. A prova contou com questões exaustivamente trabalhadas em sala de aula, questões de bolso. Que bom que a prova da OAB trouxe seis questões tranquilas. Não tivemos nenhuma questão que, ao meu ver, tenha gerado algum problema para vocês.

Direito Ambiental (Profº Frederico Amado)

“Com relação ao Direito Ambiental, mais uma vez, preciso parabenizar a examinadora por que foram questões que nós vimos no curso regular. A prova cobrou os temas de Área de Preservação Permanente e o Estudo de Impacto Ambiental.”

Direito Civil (Profs Cristiano Sobral, Luciano Figueiredo e Roberto Figueiredo)

“A prova de Civil foi uma prova com questões baseadas na letra fria da lei. Foi uma prova pra quem estudou e se preparou. A prova exigiu do candidato um conhecimento em relação à parte especial do Direito Civil; assuntos como o Contrato de Locação, Penhor foram cobrados, mas a prova caminhou bem. A FGV manteve a linha, mesclando questões fáceis e difíceis, e o candidato tem que estar preparado.

ECA (Profª Cristiane Dupret)

“Estou muito feliz com a nossa prova de ECA, que contemplou todos os temas estudados no curso regular e de questões. Nas questões, não teve decoreba de letra de lei; a estrutura de cada assertiva foi muito bem feita.”

Direito do Consumidor (Profº Cristiano Sobral)

“A prova de Consumidor, mais uma vez, foi uma prova bem justa, analisando casos que resolvemos na turma de teoria e também na turma de questões. As duas questões analisaram o tema de vício e orçamento.”

Recursos: 1ª questão da prova azul

“Na minha opinião, essa questão tem um errinho de português que pode gerar a sua anulação.

Direito Empresarial (Profº Francisco Penante)

“Não vou dizer que a prova de Direito Empresarial foi fácil, foi mediana. Teve aquele mix de questões que nós já esperávamos: Direito Alimentar, Direito Cambiário, Direito Societário, Contratos Mercantis e outros temas. Não há nenhum argumento que possa ser levantado a nível de recurso.

Direito Processual do Trabalho (Profs André Mota e Sabrina Dourado)

“A prova de Processo Civil não trouxe maiores dificuldades. Na verdade, o que tornou a prova um pouco mais difícil foi a má distribuição dos assuntos. O examinador tratou de temas que não eram difíceis mas com pouco incidência no dia a dia daquele que está começando na caminhada.”

Direito e Processo Penal (Profs André Mota e Ana Cristina Mendonça)

“A prova foi tranquila com questões trabalhadas em sala de aula. A questões que chama mais a atenção é uma questão de “natureza mista”, pois envolve direito e processo penal.”

Recurso: questão de número 61 (prova azul)

 “Respeitosamente, eu discordo da FGV uma vez que o Ministério Público não poderia ter ofertado denúncia. O crime de lesão corporal de Trânsito é crime ação penal condicionada à representação.”

Direito e Processo do Trabalho (Profs Aryanna Manfredini, Rafael Tonassi e Renato Saraiva)

“A prova foi bastante tradicional, não temos nada a recorrer nas questões de trabalho. Quem estudou com a gente, estaria plenamente preparado para a prova. Certamente, quem anotou e estudou pelas nossas dicas, se saiu bem nessa prova.”

Leia também: Seguro CERS: garanta seus estudos para 2ª fase OAB

Você pode se interessar por: 

CURSOS PREPARATÓRIOS PARA 2ª FASE DA OAB XVIII

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS