Adolescentes denunciam falsas promessas de teste em clubes de futebol - Portal de notícias CERS

Adolescentes denunciam falsas promessas de teste em clubes de futebol

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Vinte adolescentes e dois jovens foram encontrados pelo Conselho Tutelar nesta quarta-feira (12) em uma casa na região da Pampulha, em Belo Horizonte (MG). Os menores denunciaram que foram recrutados por Sílvio Luiz Araújo com a promessa de fazer testes em grandes times de futebol, mas que estavam há dias na casa sem alimentação adequada, sem treinamento, fora da escola e sem a companhia de nenhum responsável.

Os próprios garotos ligaram para o número 190 denunciando as irregularidades e foram recolhidos pelo Conselho Tutelar. "Como vou passar no teste se não treino e não alimento direito?" reclamou um garoto de 14 anos. O menor estava acompanhado do pai, que contou ter pago R$1.500,00 a Sílvio Luiz para que seu filho fizesse testes nos times.

Silvio Luiz Araújo não apresentou termo de guarda de nenhum dos meninos e foi autuado em flagrante e será processado por estelionato e maus tratos. Ontem os garotos dormiram no ginásio Mineirinho. A partir de hoje (13), o Conselho Tutelar vai providenciar o retorno dos adolescentes para suas cidades de origem, no interior de Minas, Goiás e Bahia.

Na avaliação do procurador do Trabalho Genderson Silveira Lisboa, que tomou os depoimentos dos meninos, o caso pode ser caracterizado como tráfico de pessoas, já que a autorização dos pais é obrigatória. "Os pais podem ser responsabilizados por entregar filhos sem nenhuma formalidade a empresários para serem transportados para outras cidades", alertou.
   
De acordo com Genderson Lisboa, se confirmado o estelionato, no Ministério Público do Estado tem instrumentos legais para buscar a reparação dos danos causados às pessoas lesadas.
 
Ampla investigação

Este caso vai compor a ampla investigação que está em andamento na Procuradoria Regional do Trabalho da 3ª Região para apurar as reais condições de menores que são submetidos a testes nos times de futebol.

Em reunião na sede do MPT, diretores da Federação Mineira de Futebol comprometeram-se a fornecer uma relação com nomes de mais de dois mil times amadores que funcionam no Estado de Minas Gerais. A partir do recebimento dos dados, o MPT e o MPE vão estudar formas de atuar no interior de Minas.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Procuradoria Regional do Trabalho da 3ª Região (Minas Gerais)

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS