Administração dos estudos para área fiscal - Portal de notícias CERS

Administração dos estudos para área fiscal

Por:
Atualizado em 22/02/2016 - 14:31

fiscal-concurso-cronograma-estudo-auditorNesta série de artigos, você já aprendeu a iniciar os estudos para a área fiscal a partir de uma estratégia campeã, concentrando-se, inicialmente, nas disciplinas fundamentais. É momento, agora, de aplicar alguns conteúdos programáticos dos concursos ao seu próprio planejamento de estudos.

Embora, a esta altura, você ainda não esteja estudando Administração, para começar é importante que saiba a respeito de uma importante sequência de processos do gerenciamento de projetos, que se pode aplicar, por analogia, à continuidade de sua estratégia estudos. Esses processos são: planejamento, execução e monitoramento/controle.

O processo de planejamento é vencido quando você prepara a sua estratégia campeã de estudos (confira o quinto artigo desta série). Depois, é claro, vem a execução, na qual você vai cumprir o seu calendário ou ciclo de estudos, segundo a tática estabelecida em relação à proporção das disciplinas fundamentais dispostas em grupos de importância.

Paralelamente à execução do seu projeto de estudos para concursos da área fiscal, deve-se, rotineiramente, proceder ao respectivo monitoramento e controle. Monitorar para aferir o grau de absorção dos conteúdos. Controlar para direcionar os estudos aos conteúdos menos assimilados.

Leia também:

Auditor de tributos: o "pulo do gato" das disciplinas de Legislação Tributária

Auditor de Tributos: iniciando uma estratégia campeã pelas disciplinas fundamentais

Auditor Fiscal de Tributos: uma preparação e muitas oportunidades

Nesse ponto, é preciso esclarecer que a eficiência de um controle depende da utilização de instrumentos adequados. E, no caso de uma estratégia de estudos campeã, nada se compara à resolução de exercícios como instrumento para se medir o progresso dos estudos e o grau de absorção dos conteúdos. Isso compreende resolver questões de concursos anteriores, disponíveis em abundância na Internet, referentes aos diversos pontos dos programas das disciplinas, bem como, analisar, criteriosamente, os erros e os acertos.

Por exemplo, se você, ao analisar os acertos de uma boa amostragem de questões de Direito Tributário, constatar que obteve êxito em 100% das questões sobre imunidades tributárias, mas, não acertou quase nada a respeito de responsabilidade tributária, você saberá que deverá dedicar boas horas ao estudo do tema responsabilidade tributária e despreocupar-se com o tópico das imunidades.

Parece muito simples, porém, é um aspecto fundamental para o qual muitos concurseiros não se atentam. Não basta fazer exercícios, é essencial ir além. Observe os resultados, reflita, analise. Apoie-se em bons livros de resolução comentada de questões, discuta nos grupos de estudos e, se necessário, pergunte ao professor do cursinho (inclusive, ao escolher um curso online, verifique se há plantão de dúvidas ou outro canal de mensagens com os professores). A partir daí, você saberá direcionar o prosseguimento dos estudos.

 

Você pode se interessar por:

CURSO COMPLETO PREPARATÓRIO PARA CONCURSOS ESTADUAIS E MUNICIPAIS DE AUDITOR FISCAL DE TRIBUTOS (FISCAL DO ICMS E FISCAL DO ISS)

 

*Alan Martins – Professor e coordenador da área fiscal do CERS Cursos Online. Agente Fiscal de Rendas/SP. Mestre em Direito pela Universidade Estadual Paulista (UNESP). Especialista em Direito Tributário. 

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS