Acaso, inspiração e determinação - Portal de notícias CERS

Acaso, inspiração e determinação

Por:
Atualizado em 26/11/2015 - 12:17

Marina Marques, 30 anos, advogada e a mais recente professora de Direito do Trabalho do CERS Cursos Online. Ela foi selecionada no projeto Novos Talentos, e irá ministrar a disciplina para concursos. De fã para integrante da equipe, ela encara o novo desafio com muita expectativa e sentimento de realização profissional.

 

Marina-Marques-Direito-Trabalho-CERSNascida e residente em Juiz de Fora, Minas Gerais, Marina Quaglio Marques nem imaginava o que seria “quando crescer”. Filha mais velha de jornalistas, esperou até o último dia de inscrição no vestibular em busca de um curso o qual se identificava. Sem respostas, e por uma “inspiração divina”, escolheu Ciências Econômicas. O que parecia uma decisão precipitada e sem orientação, acabou se mostrando a oportunidade que ela precisava para encontrar o caminho certo.

“Já no primeiro período do curso de Ciências Econômicas, tive uma matéria chamada Instituições de Direito. Era uma matéria que dava uma visão bem geral de temas relacionados a Direito Civil, Constitucional, Empresarial, Administrativo e Direito do Trabalho. Foi aí que percebi que estava no curso errado… Tive a sorte de ter uma excelente professora, que me direcionou para o curso certo: Direito. Se não fosse por ela, minha história teria sido bem diferente…”, lembra Marina.

Direito do Trabalho

O interesse por Direito do Trabalho também foi por acaso. Na faculdade, ela não gostava nem um pouco da disciplina. Muito pelo contrário. “Só fui me interessar mesmo, depois de formada. Quando fiz a inscrição para o exame da OAB, optei por Direito do Trabalho. Isso porque fazia estágio em uma das varas do trabalho de Juiz de Fora”, declara.

E foi aí que Marina estudou, de verdade, Direito do Trabalho pela primeira vez. E nunca mais parou. Depois da aprovação no exame de ordem, ela já começou uma pós-graduação e a advogar na área.

Docência

“Não digo que as minhas escolhas foram por acaso. Mas que eu encontrei as pessoas certas, nos momentos decisivos da minha vida. Assim também foi com a docência”, acredita Marina.

Ela despertou para a docência a partir da inspiração de uma grande professora que teve na faculdade. O primeiro sinal apareceu quando era monitora da disciplina Introdução ao Direito II. Foi ali que ela teve a certeza do que queria para a vida: ser professora e ajudar os alunos a conquistarem seus objetivos. Ainda durante a faculdade, Marina começou a dar as primeiras aulas em um curso preparatório para concurso.

“Então eu percebi que as pessoas que mais influenciaram nas minhas escolhas foram as melhores professoras que eu tive. Acho que é assim, nos inspiramos nas pessoas que admiramos. O desejo de ser professora sempre esteve dentro de mim. Eu só precisava de um empurrãozinho para descobrir.”

CERS Cursos OnlineMarina-Quaglio-CERS-Direito-Trabalho-Novos-Talentos

O encontro com o CERS também aconteceu “por acaso”. Há quase cinco anos, quando procurava alguma informação sobre a segunda fase do exame da OAB, Marina encontrou uma aula demonstrativa da segunda fase em Direito do Trabalho. Na época, ela ainda tinha uma certa resistência em relação a cursos online, mas a aula de Aryanna Manfredini a fez mudar de ideia, e ela se matriculou no curso preparatório.

“A partir daí, tudo mudou de novo. Foi a vez de Aryanna Manfredini virar uma referência para mim. Direito do Trabalho, que para mim era um “subdireito”, se transformou na minha matéria favorita. Curso online que eu via com uma certa desconfiança, se tornou a “descoberta do século”. E como quem se prepara com o CERS, meu caminho foi reto: aprovação! Depois disso, nunca mais parei de assistir as aulas”, comenta.

Novos Talentos

Dar aula no CERS sempre foi um sonho. Mas era daqueles sonhos que ela nunca pensou que fosse se tornar realidade. Pelo menos não tão cedo. Quando surgiu o projeto Novos Talentos, foi uma oportunidade única. No entanto, a vergonha de postar um vídeo dando aula no youtube, e a apreensão de ficar ruim, de não ser selecionada, quase a fez desistir.

Ela conseguiu terminar de postar o vídeo e fazer a inscrição faltando 15 minutos para terminar o prazo. Sem esperança nenhuma de ficar entre os aprovados, ela quase não acreditou quando saiu a notícia.

“Agora que serei professora do CERS, meu sonho é conseguir fazer com que meus alunos alcancem seus objetivos, assim como eu alcancei o meu. Por isso é que eu digo que ser professora é a profissão mais linda de todas. Muito além de formar os outros profissionais, o professor tem a capacidade de auxiliar, de inspirar e transformar a vida de seus alunos. E se apenas um aluno se sentir assim, tudo terá valido à pena!”

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS