98,4 mil inscritos no concurso do CNJ - Portal de notícias CERS

98,4 mil inscritos no concurso do CNJ

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Postado por Ana Laranjeira      
Fonte: G1

O concurso do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para 177 vagas em cargos de nível médio e superior recebeu 98.378 inscrições ao final do prazo, em 4 de janeiro. Os salários são, respectivamente, de R$ 4.052,96 e R$ 6.611,39. O CNJ tem sede em Brasília e atuação em todo o país. Os candidatos têm até a próxima sexta-feira (18) para pagar a taxa de inscrição, o que confirmará a participação no concurso. Até o momento, a concorrência média é de 555 candidatos por vaga.

A procura foi maior para as vagas de nível médio – 58.837 pessoas disputam as 93 vagas de técnico judiciário – média de 632 candidatos por vaga. Há 39.541 inscritos para as 84 vagas de analista judiciário – concorrência de aproximadamente 470 candidatos por vaga.

Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva e prova discursiva (uma questão e uma dissertação para os cargos de nível superior e uma dissertação para os cargos de nível médio). As provas objetiva e discursiva serão aplicadas no dia 17 de fevereiro, em Brasília.

São 84 vagas de nível superior para os cargos de analista judiciário nas áreas judiciária (18), administrativa (28), administrativa – especialidade: contabilidade (8), administrativa – especialidade: pedagogia (1), apoio especializado – especialidade: análise de sistemas (15), apoio especializado – especialidade: arquitetura (1), apoio especializado – especialidade: arquivologia (3), apoio especializado – especialidade: biblioteconomia (2), apoio especializado – especialidade: engenharia civil (1), apoio especializado – especialidade: estatística (5), apoio especializado – especialidade: psicologia (1) e apoio especializado – especialidade: sociologia (1).

Já as 93 vagas para o cargo de técnico estão divididas entre as áreas administrativa e apoio especializado – especialidade: programação de sistemas. Para apoio especializado, além do ensino médio ou de curso técnico equivalente, o candidato de ter curso técnico de programação ou equivalente, reconhecido pelo ministério da educação, com carga horária de, no mínimo, 120 horas/aula.

O concurso terá 2 anos de validade, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

Resoluções       
O CNJ divulgou em seu site os textos consolidados das resoluções do órgão para ajudar os candidatos ao concurso.

Antes da consolidação dos textos, o candidato precisava comparar as resoluções originais e suas alterações para identificar os dispositivos que foram revogados ou que tiveram alteração de redação. Agora, as alterações estão sinalizadas por notas, links e textos tachados, em padrão semelhante ao usado pela Presidência da República na área de legislação do portal www.planalto.gov.br.

No total, foram consolidados os textos de 16 resoluções do CNJ previstos no conteúdo programático do concurso. O acesso às resoluções que serão cobradas para cada cargo pode ser feito utilizando códigos de pesquisa específicos para o conteúdo.

Ao acessar o site www.cnj.jus.br, o candidato deve clicar em Concurso CNJ, dentro de “Programas e Ações”. Em seguida, acessar o link Atos Normativos, que o direcionará a uma página de pesquisa. O código referente a cada cargo deve ser informado no campo “Argumento”. Depois disso, é preciso clicar Pesquisar e o portal mostrará uma tabela com os links para cada resolução, com o texto já consolidado.

Além disso, o CNJ criou uma página no seu portal para auxiliar os candidatos aos concursos do órgão. No site http://www.cnj.jus.br/cidadao/concurso-do-cnj está disponível o link para o Regimento Interno do Conselho e para o sistema criado para facilitar a consulta às resoluções e recomendações do CNJ que serão cobradas no concurso, de acordo com o cargo. Além disso, estão ali todas as notícias publicadas no portal do CNJ sobre o tema. 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS