1º lugar da Receita Federal dá dicas de preparação - Portal de notícias CERS

1º lugar da Receita Federal dá dicas de preparação

Por:
Atualizado em 18/08/2014 - 01:04

Kaique Knothe estudou 10 meses e prestou 10 provas antes de passar na Receita

Por Ana Laranjeira

Esta semana, o site de notícias G1 publicou a história do jovem engenheiro, de 25 anos, que passou em primeiro lugar para o cargo de auditor-fiscal no último concurso da Receita Federal. Ele estudou apenas 10 meses e nesse tempo prestou concurso também para outros órgãos. Foi aprovado em seis deles: Ministério da Fazenda (2º lugar em SP), Ancine, Finep (cadastro de reserva), INSS (1º lugar em SP), EPE (cadastro de reserva) e, finalmente, Receita Federal. Para saber a fórmula de sucesso de Kaique Knothe, garimpamos as principais dicas citadas pelo jovem e extraímos tudo que você pode aproveitar como guia para a sua preparação também.

1) Dedicação total   
Em junho de 2013 Kaique largou o emprego em uma empresa de consultoria estratégica, pois não estava feliz, e decidiu que trabalharia para o estado.  A remuneração no emprego anterior era interessante, mas o jovem colocou qualidade de vida e estabilidade na balança e meteu a cara nos livros, em tempo integral.

2) Economia    
Para reduzir os gastos, Kaique voltou para a casa dos pais e fez uma poupança para pagar um cursinho e arcar com as próprias despesas, que passaram a ser bem controladas. Ele acredita que foi uma das escolhas mais corajosas que já fez na vida, mas acredita (por experiência própria) que vale a pena.

3) Conhecendo a carreira
Antes de se dedicar ao concurso, Kaique conversou com um amigo que atua como auditor na área de tributação. O amigo contou sobre o dia a dia da profissão e despertou o interesse do jovem, que percebeu que a função mexe muito com a área de exatas e tem a ver com a sua formação de engenheiro.

4) Ritmo de prova   
Para conseguir se acostumar ao ritmo de estudos, o jovem tentou a sorte em outros nove concursos enquanto estudava simultaneamente (e com maior foco) para a Receita Federal.

5) Vídeos e apostilas      
Kaique fazia cursinho pela manhã e ainda estudava em casa por mais 10h, com vídeos e apostilas.

6) Legislações específicas      
Quando confirmou os conteúdos que cairiam na prova, Andrade passou a se dedicar mais às legislações específicas: legislação aduaneira, Imposto de Renda, entre outras, além de aprender contabilidade (acabou acertando 90% da matéria na prova).

7) Resolução de questões       
Outra coisa que ajudou o candidato foi resolver questões e fazer provas de outros concursos.

8) Outras dicas       
O candidato citou ainda dicas gerais para quem também procura, como ele, aprovação e satisfação na carreira:

– Não tenha medo de enfrentar os concursos;       
– Tenha uma boa base antes de avançar;     
– Encontre um bom método;       
– Avalie o estudo e mude o que não dá certo;       
– Tenha controle emocional na hora da prova;      
– Persista, mantendo foco e motivação.

Mais sobre o certame      
Com salário de R$ 14,9 mil, o posto de nível superior é um dos mais disputados no mundo dos concursos. Na última edição, 68,5 mil se inscreveram para tentar uma das 278 vagas. Sem contar as reservadas para pessoas com deficiência, a concorrência foi de 249,5 candidatos por vaga.

O resultado final do concurso foi divulgado e homologado em 2 de julho, e agora o jovem espera a convocação para assumir o cargo. A partir dessa data, o concurso tem validade de seis meses.

Você também pode se interessar pelo seguinte conteúdo:

CURSOS PREPARATÓRIOS PARA CARREIRAS FISCAIS

 

 

Tags relacionadas:

COMENTÁRIOS